Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

É inaceitável uma autoridade presidencial ser confrontada por qualquer ministro”, diz Abílio ao defender Bolsonaro

É inaceitável uma autoridade presidencial ser confrontada por qualquer ministro”, diz Abílio ao defender Bolsonaro

O deputado federal Abílio Santana (PL-BA) se pronunciou sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro na tarde desta sexta e a saída do ex-ministro Sérgio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública. “Os ministros possuem autonomia, o presidente tem a soberania e poder de veto. É diferente. É inaceitável que a autoridade presidencial seja confrontada por qualquer ministro”, ressaltou.

O parlamentar baiano reforçou o apoio a Bolsonaro e disse que o ego de Moro se sobrepôs aos interesses da nação, ao comentar a exoneração de Maurício Valeixo, da PF. “Bolsonaro utilizou a atribuição que lhe confere. De acordo com a Lei, o cargo de Diretor Geral da Polícia Federal, assim como outros cargos de diretoria, é de nomeação e exoneração do presidente da República, portanto não há problema. Não podemos deixar que o ego de Moro e o compromisso consigo mesmo se sobreponha aos interesses da nação” , continua.

Sobre a troca nos ministérios, Abílio pontuou que “ninguém é insubstituível. O Brasil é maior do que qualquer um de nós. Discordâncias e convergências entre seres humanos são normais, mas o governo precisa estar coeso e unificado, sobretudo nesse momento de crise”.

OUTRAS NOTÍCIAS