Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

É chegada a hora por um Brasil digno

É chegada a hora por um Brasil digno

Blog Eduardo Leite

Basta! Não podemos esperar mais, esgotou-se o limite dentro da racionalidade, da paciência e do bom senso.

Milhares já morreram e estão por morrer na fila do SUS por um direito à vida que estão por lhes tirar  há mais de 30 anos por uma Constituição  de 1988  que mais serve para proteger aos legisladores lesa-à-pátria   do que ao cidadão comum cujos filhos estudam em escolas que lhes graduam mesmo sendo analfabetos funcionais e estão desprotegidos da violência que mata mais de 60.000 mil irmãos a cada ano,tanto fora como dentro das suas casas, essas, em maioria, sem água tratada e com esgoto a céu aberto poluindo e enchendo os hospitais com pacientes portadores de doenças evitáveis, se saneamento básico fosse prioridade dos gestores públicos.

Um Congresso que foi constituído para os anseios  do povo,mas que, na realidade, serve  aos que do povo desviam os seus recursos para enriquecimento ilícito de deputados, senadores, prefeitos, governadores e  presidentes!

Ontem, mais um ex-presidente foi preso, Michel Temer, por corrupção,mais 4 também já deveriam estar presos se não tivessem legislado em causa própria ao instituir a absurda lei que lhes livra por tempo decorrido dos crimes cometidos, jamais, essa lei de decurso de prazo deveria existir.

Refiro-me ao Sarney, FHC e Collor de Mello, ainda é tempo de prender a primeira mulher a chegar à Presidência, Dilma Roussef.

A que ponto chegamos , depois do regime militar, todos os ex-presidentes envolvidos em atos de corrupção, uma única exceção: Itamar Franco, e todos eles protegidos pela Corte que deveria ser Suprema, se méritos tivesse para sê-la. E, o STF, não os tem.

Lamentável e por isso envergonham à Nação, por comportar figuras de ministros deploráveis como Celso de  Mello, Marco Aurelio de Mello, Gilmar Mendes, Lewandowski, Dias Toffoli e Alexandre de Farias.

Na Câmara dos Deputados, o seu presidente, Rodrigo Maia,já mostra para quem representa e opõe-se a dar prioridade ao projeto do Ministro Sergio Moro de Combate ao Crime Organizado e à Corrupção, além de destratá-lo em público.

Talvez , irritado por ter o seu sogro, Moreira Franco, preso, já avisou por telefone ao Ministro Paulo Guedes de que está fora das negociações da Previdência.

Da mesma forma,no Senado, o seu presidente, Davi Alcolumbre, já insinua  à má vontade de tratar não só desse projeto ante crime, como também o da Previdência, fazendo portanto a dupla-do-contra-o-desenvolvimento-do-Brasil.

Solução para esses dois indispensáveis projetos tem que ter.

Por isso é chega a hora e basta de discutir os destinos da nossa Pátria com legisladores corruptos e lesa-à-Pátria.

Temos que lutar por um Brasil justo e digno para os nossos filhos e netos.

OUTRAS NOTÍCIAS