Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Donos de restaurantes de Feira de Santana criam movimento para protestar contra o lockdown

Donos de restaurantes de Feira de Santana criam movimento para protestar contra o lockdown

Donos de restaurantes realizaram um movimento com um cartaz “Qualquer trabalho que provê o pão de cada dia é essencial”, eles buscam protestar contra as medidas restritivas e o lockdown, determinados pelo governo do estado e que também estão seguidas em Feira de Santana.

O presidente da Associação Comercial de Feira de Santana e empresário, Marcelo Alexandrino, disse em entrevista que o movimento está em andamento e que muitos estabelecimentos estão aderindo. Ele afirmou que o protesto é espontâneo e parte do fato de que os donos não aguentam mais manter os estabelecimento fechados e lidando com os vários prejuízos.

 “Toda atividade que gera emprego é essencial. Apresentamos um trabalho ao prefeito que está fase final de conclusão e que mostra que toda vez que tem o lockdown o número de novos contaminados aumenta. Quando tem a flexibilização da economia esse número caí e o lockdown não é a solução. Inclusive o prefeito disse que também não acredita que seja a solução e isso até ajuda a contaminar. As pessoas ficam em casa, geralmente pequenas, aglomeram em casa, nos bairros e quando a economia está flexibilizada os trabalhadores estão em seus postos de trabalho, os consumidores vão às lojas e estão seguindo os protocolos, com álcool gel, máscara, medindo a temperatura. Fazendo tudo que é preconizado pela Vigilância Sanitária para dar uma segurança maior. O que precisa ser observado e ter soluções é para o transporte coletivo e outros pontos que aglomeram e podem gerar uma contaminação maior”, disse.

O empresário acrescentou que a categoria irá se reunir com o prefeito Colbert Martins amanhã para discutir sobre o assunto e aprofundar algumas questões.

OUTRAS NOTÍCIAS