Dono de bar é assassinado a pauladas após negar dose de cachaça

design_sem_nome_XOHLzw5_widelg

O dono de um bar, de 77 anos, foi assassinado a pauladas após negar uma dose de cachaça neste domingo (27), na zona rural de Muriaé, na Zona da Mata, em Minas Gerais.

A vítima, identificada como Antônio Francisco Filho, foi sepultada nesta terça-feira (29), no Cemitério Municipal de Muriaé. Segundo a Polícia Militar, o suspeito do crime é o sobrinho da vítima, que tem 46 anos e estava bebendo no bar. O homem teria se irritado após o comerciante negar servir uma dose de cachaça para ele.
Depois que a dose de cachaça foi negada, o sobrinho da vítima teria ido buscar um pedaço de madeira em casa e voltado ao bar, agredindo o tio com várias pauladas na cabeça e fugindo logo em seguida. Antônio foi internado em estado grave em um hospital da cidade, mas não resistiu. O suspeito é procurado por policiais civis

Informações extraídas do BNews

OUTRAS NOTÍCIAS