Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

DF libera vacina contra HPV para mulheres até 45 anos e homens até 26

DF libera vacina contra HPV para mulheres até 45 anos e homens até 26

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) ampliou temporariamente o público autorizado a tomar vacina contra HPV na rede pública. A pasta conta com cerca de 7,5 mil doses para vencer na próxima quarta-feira (11/5) e, para não perder os imunizantes, permitirá que novas faixas etárias se vacinem.

Poderão se vacinar até acabar os estoques:

  • Meninas e mulheres de 9 a 45 anos
  • Meninos e homens de 9 a 26 anos

A vacinação contra o HPV, rotineiramente, atende meninas de 9 a 14 anos e meninos de 9 a 11 anos, mas a aplicação em adolescentes e adultos também apresenta efetividade. É o que explica a gerente de Vigilância das Doenças Imunopreveníveis e de Transmissão Hídrica e Alimentar (Gevitha), Renata Brandão. “Pacientes dessa faixa etária já tomavam a vacina contra o HPV, mas só grupos específicos, como aqueles com HIV e em tratamento de câncer”, detalha.

Os imunizantes estão disponíveis nas salas de vacinação de rotina. A lista dos locais pode ser conferida neste link.

Esquema de doses

Para homens de 15 a 26 anos e mulheres na faixa de 15 a 45, o esquema vacinal é de três doses, com intervalo de dois meses entre a primeira e a segunda e de seis meses da segunda para a terceira. Para meninas e meninos de 9 a 14 anos, o esquema deverá ser de duas doses, com intervalo de seis meses.

Aqueles que tomarem a primeira dose da vacina contra HPV nesta campanha temporária terão garantidas as doses subsequentes para completar o esquema de três doses.

Papilomavírus humano

O papilomavírus humano (HPV, na sigla em inglês) é uma infecção sexualmente transmissível extremamente comum e pode provocar desde verrugas genitais até neoplasias, como câncer no colo do útero, no pênis e na laringe.

A vacina que previne o HPV protege contra quatro tipos do vírus, dois de baixo risco e dois de alto risco. Os de baixo risco são encontrados em 90% dos condilomas genitais, também conhecidas como verrugas genitais. Quanto aos de alto risco, a vacina protege contra os subtipos de HPV responsáveis por 70% dos casos de câncer do colo do útero.

OUTRAS NOTÍCIAS