Deputado Carlos Geilson critica medida de pedagiar a Via Expressa de Lauro de Freitas

12877-3

12877-3

“Quem mais combateu as privatizações nesse país do que o Partido dos Trabalhadores? Quem mais reclamou de ações como essas no governo de Fernando Henrique Cardoso?”, indagou o deputado estadual Carlos Geilson (PTN), em seu segundo pronunciamento na Tribuna da Assembleia Legislativa da Bahia desta quarta-feira (22/01).

 O mote para as perguntas levantadas por Geilson foi, além das demais práticas antidemocráticas demonstradas durante governo Wagner, a notícia de que a Via Expressa Contorno de Lauro de Freitas será pedagiada. Com início das obras previsto para abril deste ano, a Via ligará as rodovias CIA-Aeroporto (BA-526) e Estrada do Coco (BA-099). De acordo com informações divulgadas pela Secretaria de Comunicação do Estado (Secom), a cobrança será imposta apenas aos motoristas que vierem da BA-099, com destino à BA-526.

 O parlamentar comparou as práticas do governo Wagner com as de governos passados. “Hoje nada difere o Partido dos Trabalhadores de partidos que governaram esse país. A esquerda acabou. Ela não existe mais”, disse, ao enfatizar também que “os banqueiros nunca ganharam tanto dinheiro como agora”.

 Geilson também comparou o nível de satisfação dos soteropolitanos com a administração municipal com o desagrado dos baianos em relação ao governo estadual. “Por que Wagner rasteja como cobra em sete anos de governo e ACM Neto goza de alta popularidade? A diferença está no programa de governo que vem sendo efetuado”, confrontou ao afirmar que a forma de gerir do governo PT contradiz o seu discurso dos tempos em que apenas era um partido de oposição.

OUTRAS NOTÍCIAS