Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

De Marília Mendonça a Latino: os artistas em crise devido à pandemia

De Marília Mendonça a Latino: os artistas em crise devido à pandemia

Venda de comida, oferta de objetos pessoais e aulas particulares de interpretação pela internet têm sido a saída para as celebridades

A pandemia do novo coronavírus afetou o universo do entretenimento. Atores que saíam para gravar tiveram de se isolar em casa, os músicos não puderam mais realizar shows, mas os boletos não pararam de chegar. A saída para a crise provocada pela covid-19 escancarou a intimidade de muitos artistas, como Marília Mendonça e Latino. Alguns deles não tiveram vergonha de falar dos problemas financeiros, se reinventaram e estão se virando como dá.

Marília Mendonça foi uma das celebridades que contou aos fãs que foi atingida pela crise econômica. Em conversa com os seguidores no Instagram, a cantora, que está sem fazer shows há quase um ano, disse que teve de vender o carro. “Vendeu a Saveiro (modelo do automóvel)?”, quis saber um seguidor. “Sim, vendi. Efeito da pandemia, né? É a vida”, respondeu Marília. A cantora ainda respondeu outro seguidor que questionou qual foi o ano que ela mais trabalhou na vida: “Com certeza, não foi 2020. E pelo visto não será 2021”.

O ator Johnnas Oliva, precisou se desfazer de objetos pessoais para sobreviver à crise. “Vendi um violão e tenho outras coisas que eu não uso mais e tem um valor, como instrumentos musicais. Tenho duas televisões e uma está parada, estou rifando. Também estou pintando algumas telas, alguém pode vir a gostar e eu posso rifar ou tentar vender”, contou o ator, em entrevista para o canal da jornalista Lisa Gomes.

À repórter, Johnnas disse que já pensou em desistir da carreira e que tentou pedir o auxílio emergencial, oferecido pelo governo, mas que foi recusado. “Não tinha salário alto. Já pensei em desistir algumas vezes… A cabeça dá uma pirada e entro numa tristeza. Cortei gastos, um monte de coisas, porque não sei até quando vai isso”, desabafou.

A saída para o ator Carlo Simões para driblar a crise financeira foi aumentar a produção de rabanadas que costumava produzir somente para os amigos no final do ano. Com a chegada da pandemia, Carlo criou um negócio próprio e passou vender as iguarias pelos aplicativos de entrega de comida. O ator chegou a fechar uma venda com 10 mil unidades da sobremesa.

Belo foi preso por realizar um show durante a pandemia. Gracyanne Barbosa, mulher do cantor, usou as redes sociais para defender o marido e dizer que o casal precisa trabalhar para pagar as contas. “Vivemos um novo normal, certo? Esse novo normal é para alguns ou para todos? Todos nós estamos nos virando para nos adequar as novas normas. Não existe vilão ou mocinho. Seria maravilhoso se pudéssemos ficar trancados em casa aguardando a vacina chegar […] Mas como pagamos nossas contas?” começou.

E seguiu: “Nós ficamos meses em casa e, mesmo agora, não saímos, não viajamos, não vamos a festas, bares, praia… Mas precisamos sair para trabalhar. Todo o Brasil já voltou a trabalhar, na realidade, no nosso país, muitos nem puderam parar, triste. E triste ver alguns destes oprimidos em suas tentativas de continuidade ao trabalho”. O cantor passou uma noite detido em um presídio no Rio de Janeiro. Ao ser liberado, chorou e desabafou: “Grito em silêncio”.

A falta de trabalho ocasionada pelo isolamento social também afetou Claudia Ohana, que passou a oferecer aulas particulares de interpretação pela internet. No início de fevereiro de 2021, ela compartilhou o anúncio em suas redes sociais: “Aulas particulares de interpretação online. Para quem se interessa, quer atuar, se desinibir… Para quem quer um pouco de arte em sua vida”, diz o comunicado.

Sem trabalho na TV por causa da pandemia, Júlio Rocha também procurou se reinventar. Pai de três filhos, o ator passou a produzir conteúdos nas redes sociais. Ele disse que perdeu todos os trabalhos e projetos quando começou a pandemia e lamentou também ter perdido a conexão com as pessoas. A mudança temporária de trabalho fez com que o ator ganhasse mais de 700 mil seguidores no Instagram nesse período.

A proibição de shows e eventos deixou Latino desempregado por 11 meses. O cantor estava com planos de se casar com a noiva, a advogada Raffaela Ribeiro, mas, vai ter de esperar. O músico disse que não quer uma cerimônia à base de permuta, quer arcar com todas as despesas. E como nesse momento o dinheiro não está entrando, só saindo, ele adiou o casório.

Informações: R7

OUTRAS NOTÍCIAS