Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Dayane Pimentel teve reunião secreta com Rui Costa

Dayane Pimentel teve reunião secreta com Rui Costa

A presidente do PSL na Bahia, Dayane Pimentel, vem sinalizando veladamente que deve votar no candidato do PT, Zé Neto, no segundo turno da eleição em Feira de Santana (BA). A deputada federal, que foi derrotada na corrida pela prefeitura do município em primeiro turno, afirmou novamente em uma live, na noite desta segunda-feira (23), que não vai votar em branco ou nulo no próximo dia 29 de novembro. Além disso, assegurou que não vai votar no candidato do MDB, o atual prefeito Colbert Martins.

As declarações foram dadas ao lado do ex-deputado estadual Targino Machado (DEM), que também decidiu apoiar Zé Neto (PT) após um arranjo para lá de controverso no município. O posicionamento de Dayane chama a atenção porque ela elegeu-se em 2018 como uma apoiadora feroz e antipetista do então candidato à Presidência da República, Jair Bolsonaro.

De acordo com o site BNews, o posicionamento de Dayane foi costurado após um encontro secreto dela com o governador Rui Costa (PT) na semana passada. A reunião foi realizada na Governadoria após Rui também se reunir com Targino. Nos bastidores, a avaliação é que ela só não declara explicitamente que vai votar em Zé Neto pelo risco de perder o comando do PSL na Bahia.

Dayane Pimentel rompeu com Bolsonaro outubro em 2019 após o vazamento de um áudio dela durante uma reunião de deputados do PSL. Na ocasião, ela teceu críticas contra o Palácio do Planalto, que tentava obrigar os integrantes da legenda a votar no filho dele, o deputado federal Eduardo Bolsonaro, para a liderança do partido na Câmara Federal.

Em nota ao BNews, Dayane negou o encontro. “As especulações para atingir minha figura estão a todo vapor. O fato de eu votar contra Colbert tem causado grande aflição no grupo desse prefeito. Até encontro secreto providenciaram. Não preciso me encontrar de forma secreta com ninguém para manter meus posicionamentos públicos. O grupo de Colbert não tem mais narrativa para inventar”, declarou.

OUTRAS NOTÍCIAS