Dayane ‘libera’ eleitores e se diz neutra no 2º turno: ‘branco e nulo terão que me convencer’

Dayane ‘libera’ eleitores e se diz neutra no 2º turno: ‘branco e nulo terão que me convencer’

Em coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (19), a deputada federal e candidata a prefeita de Feira de Santana no primeiro turno das eleições municipais Dayane Pimentel (PSL) afirmou que ficará neutra no segundo turno das eleições municipais.

‘Meus eleitores estão livres para votar em quem quiser. Eu me candidatei porque não concordava com os anseios políticos dos últimos tempos, então, se eu me coloquei como opção, é entendível que o que buscamos é uma mudança, mas no segundo turno, me deparei com o prefeito da cidade que é uma oposição política devido as minhas críticas pontuais ao seu governo, e o opositor ideológico que é do PT e nós temos um combate muito forte aos seus anseios de esquerda no Congresso Nacional’, disse.

Dayane destacou que o atual prefeito Colbert Martins não terá o seu voto e que não se sentirá responsável pro qualquer resultado efetivado no próximo dia 29 de novembro.

‘É importante salientar que eu não sou protagonista desse processo, temos um prefeito que a cidade está totalmente insatisfeita com ele e um candidato no segundo turno que nunca foi de encher os olhos da nossa população. O voto é secreto, mas alí no meu momento, o nulo e o branco são os candidatos que terão que me convencer de qual botão irei apertar’, ressalta.

A deputada federal ficou em quarto lugar no primeiro turno do pleito municipal com 13.949 votos, referentes a 4,84% do total dos votos.

OUTRAS NOTÍCIAS