Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Criminoso invade perfil de pousada, aplica golpes e debocha de vítimas

Criminoso invade perfil de pousada, aplica golpes e debocha de vítimas

Vítimas de estelionato registraram boletins de ocorrência por caírem no golpe de um anúncio atrativo na Serra do Cipó, um dos pontos turísticos mais populares de Minas Gerais, que circulava pelas redes sociais. Suítes com banheiras de hidromassagem, cozinha, churrasqueira, decks com espreguiçadeiras, com direito a café da manhã, almoço e jantar incluídos, tudo a partir de R$ 250 reais.

Quem caiu no anúncio enganoso informou à polícia que perdeu o dinheiro após fazer um Pix pela suposta reserva na Pousada Santa Vila. A direção do estabelecimento afirma que as redes sociais e Whatsapp deles foram hackeadas.

A Polícia Civil já registrou ao menos 14 denúncias desse caso. Segundo eles, pela natureza de estelionato, além do boletim de ocorrência, é preciso que seja feita uma representação criminal para o prosseguimento das investigações. Para isso, a vítima deve procurar a delegacia mais próxima ou o Departamento Estadual de Combate à Corrupção e Fraudes, em Belo Horizonte.

O crime funcionada da seguinte forma: a vítima realizava o Pix, mandava o comprovante e não recebia mais resposta. “Perdi o dinheiro e, depois disso, o criminoso ainda debochou pelo Instagram e me bloqueou. A minha indignação é porque os donos não tiraram o site do ar. Não tive nenhum tipo de apoio deles”, disse uma vítima ao portal G1.

Outra vítima também caiu no golpe e transferiu R$ 270. Ela já havia se hospedado na pousada em 2019, mas não teve nenhum problema à época. “Estou no puerpério e queria descansar com o meu marido e minha filha de 4 meses. Fiz o Pix com a metade do valor cobrado, eu até estranhei o preço desta vez, principalmente porque tinha refeição incluída, mas me disseram que era uma promoção relâmpago e acreditei”, relata.

E outra pessoa que sofreu estelionato ainda recebeu um pedido de desculpas dos criminosos. Conta que pagou R$ 800 por uma estada de um fim de semana. Ao chegar ao local da estalagem, ninguém atendeu ao portão. Mandou mensagem para o golpista e ele pediu desculpas. “Desculpa de verdade. Deus vai te abençoar. Só não deseja meu mal”, disse o criminoso.

A pousada, em um post no Instagram, lamentou os casos das vítimas e disse que está tomando as providências ao alcance para identificar e punir os autores dos crimes. Pediu ainda que ninguém encaminhasse dados pessoais ou fizesse pagamentos para os criminosos.

OUTRAS NOTÍCIAS