Cresce número de latrocínios em Feira de Santana

106283-3

106283-3

O número de latrocínios (roubo seguido de morte) cresceu em Feira de Santana neste de ano de 2016, com o registro de 12 ocorrências até esta segunda-feira (8). Já em 2015, foram sete latrocínios registrados durante todo o ano. De acordo com o delegado André Ribeiro, além do aumento de casos de latrocínio, a polícia percebe que houve uma mudança no comportamento dos bandidos, que estão usando de mais violência nesses casos.

“Na maioria dos casos só havia violência quando a vítima reagia ao assalto, mas agora percebemos que os bandidos estão agindo com mais crueldade. Eles estão praticando o roubo e, não contentes com a subtração do patrimônio, estão atirando para matar a vítima. A gente notou essa mudança de comportamento”, afirmou.

Segundo o delegado André Ribeiro, a maioria dos latrocínios ocorre na subtração de veículos, sejam carros ou motocicletas. Ele orienta os motoristas para alguns cuidados que podem ajudar a prevenir assaltos.

“Para as pessoas que estão de veículos quatro rodas, oriento que sempre andem com os vidros fechados, se o veículo possui ar-condicionado, evitem estacionar em locais desertos e sem iluminação, tenham atenção ao estacionar os veículos, ao entrar nas garagens olhar se tem alguém suspeito próximo, evitem deixar coisas de valor no veículo. Aos motociclistas a gente orienta que também tenham bastante cuidado. Os mototaxistas, se possível, que façam uma triagem dos passageiros. Se suspeitar do passageiro é melhor perder a corrida”, afirmou.

OUTRAS NOTÍCIAS