Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Covid-19: ‘O padrão da doença mudou, estamos perdendo não só idosos, mas também jovens’, diz infectologista

Covid-19: ‘O padrão da doença mudou, estamos perdendo não só idosos, mas também jovens’, diz infectologista

Durante a coletiva semanal realizada nesta segunda-feira (1°), a infectologista Melissa Falcão, coordenadora do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus em Feira de Santana, apresentou uma mudança no padrão da Covid 19 em todo o município e pediu à população que entenda a importância de retomar o isolamento social de forma mais intensa.

“Pessoas jovens, sem nenhuma doença outra e que estão morrendo. Isso nos deu a noção de que o padrão da doença tinha mudado, e que estávamos perdendo não só idosos, mas também jovens. Todos os profissionais de saúde estão exaustos, os gestores e a população está exausta. É muito tempo lidando com privações”, relatou.

Melissa destacou que as duas últimas semanas foram muito difíceis. “As duas semanas que passaram foram as mais difíceis de todo esse período. Começamos a ver mãe, filha morrendo com intervalo de um dia, de horas, famílias inteiras internadas, o que acontecia com pouca frequência, agora é comum. O vírus não está mais escolhendo só os fragilizados”, frisou.

De acordo com a infectologista, até mesmo a manifestação da doença em crianças tem se transformado. “O padrão da criança está começando a mudar, começaram a internar criança com padrão de acometimento pulmonar maior do que tínhamos visto até então”, informou.

OUTRAS NOTÍCIAS