Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Corpo de homem que morreu ao ser arrastado por correnteza é encontrado

Corpo de homem que morreu ao ser arrastado por correnteza é encontrado

O corpo de um homem foi encontrado na cidade de Antônio Cardoso, cidade a cerca de 100 km de Salvador, vizinha a Feira de Santana, e o Corpo de Bombeiros informou que pode ser de um homem que tentou atravessar a Ponte do Mocó e foi levado pela enxurrada.

Equipes foram enviadas para o local na manhã desta quarta-feira (10) e tentam chegar à região, que é de difícil acesso. O homem ainda não foi identificado.

A corporação recebeu a informação de moradores quando faziam buscas pelo vendedor Carlos Antônio, também desaparecido após ser levado por uma enxurrada no Rio Jacuípe, em Feira de Santana.

O irmão do comerciante, Valdemiro Santos, disse que soube que um corpo foi encontrado quando a família saiu do local das buscas.

“De informação, até o momento, de ontem à tarde quando estávamos todos lá, tinham encontrado o corpo dele [de Carlos Antônio]. Quando a gente resolveu vir embora [soube] que o corpo que foi encontrado não seria o dele. Seria de outra pessoa de Antônio Cardoso [cidade vizinha], que caiu lá no rio.

De acordo com Valdemiro, a família não crê que o comerciante seja encontrado com vida por causa do mau tempo que atingiu a cidade e pelo fato do homem estar desaparecido há três dias.

“Acredito que não. Porque o acesso é muito difícil e hoje faz três dias [do desaparecimento]. Fiquei meio triste, porque, além de passar pelo sofrimento, as pessoas dizem que é e que não é [o corpo do vendedor]. O Corpo de Bombeiros fez a parte dele para resgatar e não conseguiu porque o acesso é muito difícil”, pontuou.

Carlos Antônio dos Santos, de 37 anos, desapareceu após ser arrastado por uma enxurrada ao tentar atravessar ponte sobre rio, em Feira de Santana, a cerca de 100 quilômetros de Salvador.

Na terça-feira (9), Tomé Jesus, outro irmão do vendedor disse que a família está sem dormir desde o ocorrido.

“Muito desespero, ninguém dormiu esperando uma notícia”, disse Tomé de Jesus.

Já Carlos Alberto dos Santos, tio de Carlos Antônio, disse que o sobrinho não sabia nadar.

“É um pouco [funda a área]. Para ele que não sabe nadar, era funda”, disse.

A situação foi registrada por testemunhas, na localidade do Campo do Gado Novo, e gravada com celular.

As imagens mostram que dois homens tentaram ajudar o rapaz, amarrando uma corda para que ele se segurasse, no entanto, ele é levado pela enxurrada e some.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, a água é turva e a má visibilidade dificultam os trabalhos das equipes, além da intensa correnteza.

Nos últimos dias, Feira de Santana foi atingida por fortes chuvas, inclusive com raios e trovões. Por isso, o Rio Jacuípe, que passa pela região, está com volume mais alto que o normal.

Informações: G1

OUTRAS NOTÍCIAS