Conselho municipal de educação é fundamental às políticas públicas para os jovens

Conselho municipal de educação é fundamental às políticas públicas para os jovens

1_80

Os conselhos municipais de educação têm “papel fundamental” no esforço para garantir políticas públicas de atendimento aos direitos dos jovens, defende o professor e jornalista Luiz Valter de Lima, representante do Fórum Estadual de Educação. Ele é convidado do Seminário de Formação de Conselheiros Municipais de Educação, evento iniciado na segunda-feira, 24, e que prossegue nesta terça, no Centro de Cultura Maestro Miro, em Feira de Santana. O prefeito José Ronaldo prestigiou a solenidade de abertura.

5_39

O seminário reúne 320 conselheiros de educação, gestores e coordenadores da rede pública de 48 municípios dos polos de Feira e Ipirá, tendo como tema central “O papel dos conselheiros municipais de educação no monitoramento, implementação e fiscalização das políticas educacionais”. A iniciativa é da União Nacional de Conselhos Municipais de Educação (UNCME) e pelo Ministério Público da Bahia, com apoio da Secretaria Municipal de Educação.

6_29

O professor Luiz Valter defende que é preciso promover educação de qualidade a partir de uma “perspectiva dos direitos humanos, visando uma aprendizagem inclusiva, com respeito à diversidade, igualdade e justiça social, é um desafio enfrentado por quem lida diretamente com a educação”.

Para a presidente do Conselho Municipal de Educação de Feira de Santana, Rosana Fernandes Falcão, é importante promover espaços democráticos “em que as pessoas estabeleçam diálogo e o intercâmbio de ideias com diferentes olhares (sobre a educação)”. Cada conselheiro, ela diz, tem nas diferenças a vontade em comum de propor uma educação de qualidade.

4_42

“É um momento único para a discussão das políticas públicas do setor”, disse Paula Soto, chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Educação. Segundo ela, nos últimos cinco anos o CME tem se fortalecido e a Seduc o apoia “exatamente por entender que o diálogo é fundamental para o avanço das instituições democráticas”.

Os promotores de justiça Valmiro Macedo e Audo Rodrigues, coordenadores estadual e municipal do Centro de Apoio Operacional da Educação (espécie de divisão do Ministério Público da Bahia), respectivamente, participaram da abertura do seminário. Também prestigiaram a solenidade de abertura o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação, Willian Panfile; a professora Vitória Maria Brandão, coordenadora da UNCME Bahia; a professora doutora Alda Muniz Pepe, representante do projeto Saber Melhor; o coordenador do polo de Ipirá, Antônio Almeida e Silva e a diretora da APLB-Sindicato, Marlede Silva Oliveira.

Ascom |  Seduc

 

OUTRAS NOTÍCIAS