Comissão Parlamentar de Inquérito realiza mais uma audiência de oitiva da “CPI da Saúde” e ouve o Dr° Celso Daltro

WhatsApp Image 2022-03-15 at 16.10.25

A Câmara Municipal, através de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito), vem realizando diversas oitivas para apurar supostas ilicitudes nas práticas relacionadas à área da saúde. Na tarde desta terça-feira, (15), foi realizada mais uma audiência, onde foi ouvido o Dr° Celso Ribeiro Daltro.

O Dr° informou que prestou serviço à secretaria de saúde dentro do gabinete do prefeito do mês de maio de 2021 até fevereiro de 2022, tendo sido contratado por meio de contrato pela empresa Imaps. 

“Além dos serviços prestados à secretaria de saúde, eu também prestava serviço no gabinete do prefeito e durante todo esse tempo recebia pela IMAPS, a administração pública não é estar em um determinado lugar, inclusive é normal quando existe um impedimento do secretário, um servidor ser designado para responder, nada impede que um servidor preste serviço para qualquer outra atividade, um secretário da saúde pode ser designado para outra secretaria”, esclareceu.

Questionado pelo presidente da CPI sobre a sua folha de ponto, Celso Daltro afirmou que a secretaria de saúde encaminha a ficha de presença de todos os servidores, informo também que toda vez que chegar à prefeitura eu me encontro lá durante toda a manhã e toda a tarde”, afirmou o doutor. 

O Dr° afirmou que foi chamado para prestar este serviço, por meio da própria empresa Imaps e que levou seu currículo após ser convocado por meio de ligação. “Quem me chamou para prestar este serviço foi o próprio pessoal do Imaps”, pontuou Celso Daltro. 

O vereador Fernando Torres afirmou que o prefeito tentou calar a boca do Dr° Celso Daltro com 1.900,00 reais. “A saúde paga o salário, o dinheiro do governo federal foi desviado para pagar o seu salário fazendo outra atividade, nada a ver com a saúde de Feira, por isso a saúde de Feira está como está e ainda tenta calar a boca do senhor com um salário de R$1.900,00”, enfatizou o vereador. 






OUTRAS NOTÍCIAS