Com o poder de super ministro, Justiniano França deve assumir a Secretaria de Educação substituindo Marcelo Neves

Com o poder de super ministro, Justiniano França deve assumir a Secretaria de Educação substituindo Marcelo Neves

Duro de se ver, difícil de acreditar, mas é isso que está acontecendo na Secretaria de Serviços Públicos de Feira de Santana.

Como é de conhecimento público, o então vereador licenciado, Justiniano França, que deixou a secretaria há alguns meses, retornou à casa legislativa, e assumiu Osvaldo Torres em seu lugar. Em uma manobra política, o vereador França pediu licença do seu mandato e reassumiu o suplente de vereador, Carlito do Peixe, pois o mesmo estava cotado pela executiva do seu partido em ser pré-candidato a vice-prefeito de Feira, na chapa do atual prefeito Colbert Martins da Silva.

No decorrer do tempo, Zé Chico e o ex-deputado federal, Fernando de Fabinho, entraram na disputa e o Fabinho se tornou o escolhido.

Com o impedimento da sua não candidatura, como vice da chapa majoritária, o vereador licenciado, Justiniano, decidiu apoiar abertamente quatro aliados seus que concorrem a vaga na Câmara de Vereadores em partidos diferentes. A artimanha, sabedoria e a ganância do Tino, têm sido tão grande, que o mesmo tem utilizado abertamente o seu poder, usando a secretaria no intuito de eleger os seus candidatos: Jorge Oliveira, Hamilton da Mangabeira, Junior Fiscal e Dona Iraneide.

Informações chegadas a nossa redação que o Secretário Osvaldo Torres, é comandado pelo ex-secretário, pois o mesmo determinou que qualquer ordem de serviço que saia da secretaria tem que ter a sua autorização, como troca de lâmpadas e qualquer outro serviço utilizado, sendo de interesse próprio beneficiar os seus comandados.

Caiu como uma bomba na tarde de ontem, a saída do Secretário de Educação, Marcelo Neves. Mas, o que não dá para acreditar é que o cotado para assumir a vaga, é o super ministro do governo Colbert, o vereador licenciado Justiniano França.

Como ficarão os pré-candidatos do patriota, PSC e PL, os quais apoiam o prefeito Colbert Martins, não somente a SESP como também a Secretaria de Educação, estarão à disposição do super ministro Justiniano França, o qual com o seu poder, beneficiará os seus aliados, como tem feito ultimamente. A informação é que como prêmio de consolo, por não ter sido escolhido como vice do prefeito do grupo do DEM, que encabecerá o partido do MDB a reeleição do atual prefeito Colbert Martins, essa é uma exigência do Tino.

Obs: O mais grave de tudo isso é que essas manipulações podem trazer um prejuízo muito grande para o prefeito Colbert, pois o deputado, combatível do DEM, Targino Machado, que tem feito duras acusações referentes ao atual governo, só está esperando a nomeação e o momento certo para fazer o seu bombardeio nas redes sociais.

Será que o prefeito Colbert, sabendo do desgaste que pode sofrer com essa indicação, pois estará dando a munição para Zé Neto do PT e também ao Machado, ainda vai levar isso adiante?

OUTRAS NOTÍCIAS