CBF é proibida de usar vídeo para ajudar árbitros no Brasileirão

arbitro-cbf

arbitro-cbf

A International Board descartou liberar a CBF para utilizar vídeos na decisão de lances polêmicas em partidas do Brasileirão 2015. A entidade que comanda o futebol no Brasil enviou o pedido para o órgão que cuida das regras do esporte, mas ouviu que a solução não é permitida na modalidade e que só será discutida no final de novembro.

A intenção paliativa da Confederação Brasileira de Futebol para o baixo nível da arbitragem nacional surgiu após seguidos erros em jogos importantes do nacional, que colocaram em xeque a credibilidade da competição.

Ao blog Bastidores FC, Lukas Brud, secretário da International Board, disse que enviou uma carta a CBF sobre o pedido nesta quarta-feira à noite.

“Informamos que o uso de VA (vídeo-árbitro) atualmente não é permitido. Nós também informamos à CBF que novas discussões estão ocorrendo e que, se a International Board concordar em experimentos com VA no futuro, a CBF será convidada a participar dos testes ao vivo.”

A reunião para debater a questão só acontecerá em 26 de novembro e ainda precisa ser chancelado em outro encontro em março do ano que vem. Segundo a entidade brasileira, Brud demonstrou “grande interesse” na ideia.

OUTRAS NOTÍCIAS