Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Carlos admite que posta no Twitter oficial de Jair Bolsonaro

Carlos admite que posta no Twitter oficial de Jair Bolsonaro

Brasília — O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, pediu desculpas nesta quinta-feira (17) por ter publicado na conta oficial de Twitter do pai, sem autorização, uma defesa da prisão após condenação em segunda instância e da Proposta de Emenda à Constituição sobre o tema que tramita na Câmara dos Deputados.

Eu escrevi o tweet sobre segunda instância sem autorização do Presidente. Me desculpem a todos! A intenção jamais foi atacar ninguém! Apenas expor o que acontece na Casa Legislativa!

O texto publicado mais cedo na conta do presidente, que depois foi apagado, dizia: “Aos que questionam, sempre deixamos clara nossa posição favorável em relação à prisão em segunda instância”.

Citava ainda o apoio à PEC que está no Congresso, relatada pela deputada Caroline de Toni (PSL-SC), a favor dessa posição.

A publicação foi feita no dia em que o Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou julgamento que pode rever o entendimento atualmente em aplicação que autoriza a prisão de condenados em segunda instância, o que pode beneficiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e outros condenados no âmbito da operação Lava Jato.

Ao ser criticado por um seguidor por ter “exposto o presidente ao ridículo”, Carlos disse que por isso estava assumindo a culpa.

Fonte: Exame 

OUTRAS NOTÍCIAS