Capacitação sobre doença falciforme para enfermeiros e médicos

Capacitação sobre doença falciforme para enfermeiros e médicos

652014090322

O Centro de Referência Municipal à Pessoa com Doença Falciforme vai promover capacitação para médicos e enfermeiros que atuam na Atenção Básica – PSF e UBS. O encontro vai acontecer no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) nos dias 7 e 9 de maio, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e nos dias 15 e 22, apenas no período da tarde.

Nos três primeiros dias, as palestras serão direcionadas aos enfermeiros e serão ministradas pela coordenadora do programa Luciana Brito; Taiana Ramos, enfermeira referência, e pela nutricionista Anailsa Lima.

Já no dia 22 a capacitação é para os médicos e terá como palestrantes o neuropediatra Camilo Vieira, o hematopediatra Ricardo Leite e o clínico Wanderley Faria.

A coordenadora do programa, Luciana Brito, diz que o objetivo do “II Simpósio sobre Doença Falciforme: Práticas e Desafios na Atenção Básica” é ofertar novos conhecimentos aos profissionais e divulgar o programa.

“Estaremos capacitando esses profissionais para que reconheçam o paciente falcêmico, solicitem os exames e ofereçam os cuidados necessários, bem como tenham conhecimento sobre as normas e as rotinas do Centro de Referência para, caso necessário, encaminhar esse paciente”.

A anemia falciforme é hereditária e não tem cura. É ocasionada pela alteração genética na hemoglobina – proteína responsável em absorver e transportar o oxigênio no sangue e liberá-lo no tecido.

Luciana Brito diz que os portadores da doença apresentam fortes dores nos ossos, músculos e articulações, cansaço, tem anemia, olhos amarelados (icterícia), insuficiência renal aguda, feridas (úlceras). Em crianças pode haver edemas nas mãos e pés.

O Centro de Referência Municipal funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h, na Unidade Básica de Saúde do CSU, na Cidade Nova. Telefone: 3603-7795.

OUTRAS NOTÍCIAS