Candidatos utilizam TikTok para discutir política com o eleitorado jovem

311421_widelg_widelg

Em junho passado, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) estreou um perfil na plataforma Tik Tok. Com pouco mais de 300 mil seguidores e 1,5 milhão de curtidas acumuladas, o petista tem um longo caminho para tentar igualar o desempenho de seu principal adversário na eleição de outubro, o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Mais familiarizado com as redes sociais, o candidato à reeleição tem 2 milhões de seguidores e 21,4 milhões de curtidas acumuladas em seus vídeos no TikTok. Bolsonaro criou seu perfil no aplicativo em outubro do ano passado.

De acordo com Estadão, um estudo do Laboratório de Combate à Desinformação e ao Discurso de Ódio em Sistemas de Comunicação em Rede (DDosLAB) da UFF detectou 300 políticos com conta no TikTok, com 265 contas ativas que somam mais de 23 mil vídeos. Há quase duas vezes mais políticos de direita do que de esquerda na rede social. O primeiro grupo tende, estatisticamente, a acumular mais seguidores e mais curtidas.

A plataforma chinesa tem sido disputada pelos pré-candidatos, diante da facilidade de viralização e com o objetivo de alcançar o eleitorado jovem. Atualmente o Tik Tok é uma das plataformas que mais crescem no País, sendo que foi o aplicativo mais baixado em 2021.

 

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS