Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Cachorro come parte de drogas apreendidas em operação e muda destino do traficante

Cachorro come parte de drogas apreendidas em operação e muda destino do traficante

A operação de combate ao tráfico de drogas do Escritório Antinarcóticos (OFAST) e as alfândegas, na Avenue du Pradié, em Toulouse, foi positiva graças a ação de um cachorro. Através do faro aguçado para identificar narcótico, o cãozinho identificou o local onde estava escondido 25,5 kg de drogas, em 17 de março.

De acordo com o portal La Depeche, com a operação a polícia conseguiu chegar até o proprietário da substância, um homem de 29 anos. Ele é reincidente e foi preso em 28 de março. Mas durante o julgamento o advogado de defesa do suspeito de tráfico pede a nulidade do processo alegando que o cão da alfândega comeu um pouco da droga e com isso invalida a pesagem da mercadoria e, portanto, grande parte das provas. O suspeito foi liberado.

A decisão ainda cabe recurso e, por isso, o Ministério Público já disse que vai recorrer. Não se tem informações sobre o estado de saúde que ingeriu parte da droga.

OUTRAS NOTÍCIAS