Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Bruno Reis nega estreitamento dos circuitos do Carnaval: ‘Vai ajudar trabalho que a PM realiza’

Bruno Reis nega estreitamento dos circuitos do Carnaval: ‘Vai ajudar trabalho que a PM realiza’

Se de um lado, o comando da Polícia Militar diz que a estratégia de policiamento no Carnaval precisou ser alterada por conta do estreitamento das ruas na Ondina e na Av. Sete, a Prefeitura de Salvador nega a redução nos espaços públicos. De acordo com a gestão municipal, as obras, pelo contrário, vão dar mais conforto aos foliões.

“Se porventura, por exemplo na Ondina, nós reduzimos a via Oceânica, alargamos a calçada. Abrimos mais espaço pra o folião. Então, principalmente nessas obras do circuito, o princípio é trazer mais conforto, mais comodidade, mais segurança, ampliando os espaços”, ressaltou Reis, acrescentando ainda que as mudanças “vão ajudar o grande trabalho que a Polícia Militar realiza”.

A crítica do comandante da PM baiana, o coronel Anselmo Brandão, foi feita na segunda-feira (17) durante a coletiva de imprensa sobre o esquema de segurança da folia momesca. Na ocasião, o coronel explicou que o policiamento seria mais de retaguarda e observação para evitar que os agentes sejam um “elo de atrito entre o folião e a corda” .

Durante o Pipoco, na noite de terça (18), o secretário municipal de Ordem Pública, Felipe Lucas, chegou a dizer que a decisão da PM foi tomada “um pouco em cima da hora” . Nesta quarta, a pasta vai se juntar a Polícia Militar e a Guarda Municipal para fazer uma vistoria nos locais e analisar o funcionamento da estratégia. O objetivo com isso é evitar que os ambulantes saiam prejudicados.

OUTRAS NOTÍCIAS