Britney Sperars revela a falta de privacidade e que seguranças a viam nua

UNSPECIFIED LOCATION - UNSPECIFIED DATE: In this handout photo provided by NBCUniversal, Britney Spears is pictured. Spears is the subject of the documentary "I Am Britney Jean" which details her personal and professional life. (Photo by Michelangelo Di Battista/Sony/RCA via Getty Images)

 A cantora Britney Spears, 40, fez mais um longo desabafo em suas redes sociais no qual lembrou a completa falta de privacidade nos 14 anos em que ficou sob tutela do pai. Segundo ela, os seguranças “me viam nua e tomar banho”. Ela também afirma que todas as semanas a tiravam abruptamente da medicação normal e a drogavam com lítio.

“Eu gostaria de ver uma equipe de gerenciamento dizer para a Jennifer Lopez para passar pelo que eu passei. Sua família nunca permitiria isso. Realmente, 14 anos depois de ser humilhada, é muito tarde para isso”, escreveu, antes de dizer que é muito difícil se render ao mundo do entretenimento.

“Depois de 14 anos [a família] me dizendo não para tudo o que eu queria. A pior parte foi a minha família me trancando naquele lugar por quatro meses sem carro”, contou.

Embora ainda haja muita rusga de parte a parte, Britney Spears e o pai, Jamie Spears, 70, estariam dispostos a encerrar a disputa legal que existe desde que a cantora se livrou da tutela dele, a que era submetida desde 2008. Foi o que noticiou o site TMZ na última semana.

Na ação, o advogado de Britney, Mathew Rosengart, acusa Jamie e a empresa Tri Star Sports & Entertainment Group, que gerenciava os bens da cantora durante a tutela, de apropriação indevida de grandes quantias de dinheiro da artista, o que eles negam.

Segundo o TMZ, representantes de Jamie e da Tri Star chegaram a procurar Rosengart após o término da tutela, mas o advogado rejeitou qualquer tipo de acordo. Agora foi Rosengart quem os procurou para colocar fim ao processo. Para isso, no entanto, Jamie e a Tri Star teriam que pagar US$ 7 mi (R$ 37 mi).

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS