Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Briga de ex: Tierry é processado por ex-namorado de Gabi Martins; entenda

Briga de ex: Tierry é processado por ex-namorado de Gabi Martins; entenda

O relacionamento da cantora Gabi Martins, de 24 anos, com o ex-BBB Gui Napolitano foi, sem dúvida, com altos e baixos, idas e vindas. Mas, o que em abril de 2020 era para ter ficado apenas na amizade, se tornou, agora, caso de Justiça. Vale lembrar que este ano, a cantora iria para A Fazenda 13 e, coincidentemente, o ex-namorado também faria parte do reality, mas no final, ambos ficaram de fora do programa.

Isso porque Gui Napolitano, que já bloqueou a ex nas redes sociais, processou o atual namorado da cantora, Tierry, por causa de uma publicação que o baiano fez em dezembro de 2020. Na postagem, o artista diz, com deboche, que o relacionamento entre Gabi e Napolitano não passava de fake. O ex-bbb ainda foi acusado de ter sido o pivô do fim do relacionamento do casal há alguns meses atrás. 

O ex-namorado de Gabi Martins pede uma indenização de R$ 15 mil, quer que Tierry, que teve seu nome envolvido há uns dias por causa do seu motorista, apague a publicação e ,também, faça um pedido de desculpas, além do cantor ser proibido de citá-lo novamente. Gui afirma que, por conta da publicação, ele sofreu comentários de cunho pejorativo nas redes sociais, segundo o colunista Erlan Bastos.

Procurado pelo BNews, a assessoria do cantor Tierry afirmou que o baiano não vai se pronunciar sobre o assunto.

Confira trechos do processo:

“Em razão da declaração irresponsável e desnecessária do réu [Tierry], já que cada um seguiu sua vida, encontrando-se ambos em novos comunicados, o autor recebeu enxurrada de críticas críticas dos fãs e seguidores do cantor e de toda a mídia, sendo acusado implicitamente de subjugar uma mulher á um relacionamento FAKE “, diz um trecho.

“Como se não bastasse, o Acionado [Tierry] reiteradamente vem fazendo posts e comentários falando do Autor [Gui Napolitano] de forma ofensiva; ofensas que ultrapassam o direito de crítica e de livre manifestação, que não devem se sobrepor aos direitos fundamentais da honra e da imagem. O fato é que são mais do que absurdas, levianas e criminosas as alegações acusatórias feitas pelo réu ao Autor relacionadas ao seu antigo relacionamento “, completa.

Para reforçar o pedido de identização, Gui diz: “tudo que foi abordado, não é forçoso imaginar a dor moral que o Autor vem sentindo ao ter sua honra e imagem atacadas com tamanha agressividade nas redes sociais pessoais do Réu, além de lhe trazer prejuízo profissional, uma vez que sua reputação como jornalista e figura pública está diretamente relacionado à sua imagem, que não tem como ser dissociada de sua imagem pessoal e vida privada “.

Informações: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS