Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Bolsonaro reclama de questão do Enem sobre Neymar e Marta

Bolsonaro reclama de questão do Enem sobre Neymar e Marta

Jair Bolsonaro (sem partido) criticou algumas questões aplicadas ontem no primeiro dia de provas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2020.

Uma das insatisfações do presidente se deu em relação a uma pergunta que trouxe a desigualdade salarial entre Neymar e Marta, duas estrelas brasileiras do futebol.

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada ocorrida na manhã de hoje, o presidente considerou questões do tipo como “ridículas”.

Bolsonaro ainda afirmou que o “futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil” e justificou a desigualdade como ações da “iniciativa privada”.

“O banco de questões do Enem não é do meu governo ainda, é dos governos anteriores. Têm questões ali ridículas, ainda. Ridículas, tratando do assunto. Comparando mulher jogando futebol, mulher e homem, por que que a Marta ganha menos que o Neymar…”, iniciou.

“Não tem que ter comparação, o futebol feminino ainda não é uma realidade no Brasil. O que o Neymar ganha por ano, todos os times de futebol juntos no Brasil não faturam por ano. Como que vai pagar para a Marta o mesmo salário? Isso chama-se iniciativa privada. Ela que faz o salário. Ela que mostra para onde o mercado deve ir. Então, [o exame] faz umas questões absurdas sempre pregando a igualdade, mas por baixo”, completou Bolsonaro.

Hoje mais tarde, Marta publicou um texto enigmático em seu Instagram. Nos stories, a atleta de 34 anos mostrou uma imagem em que aparece treinando com a camisa da seleção brasileira.

Na legenda da imagem, ela escreveu a seguinte frase: “Uns serão lembrados como os melhores da história, já outros…”

Informação – Pragmatismo

OUTRAS NOTÍCIAS