Bolsonaro deve deixar agentes de segurança fora do indulto de Natal

O presidente Jair Messias Bolsonaro deve deixar policiais, agentes de segurança e militares das Forças Armadas de fora do indulto de Natal em 2021.

É o que prevê a nota do decreto preparado pelo Ministério da Justiça e da Segurança Pública e enviado ao Palácio do Planalto para ser assinado pelo presidente até sexta-feira (24).

O texto, que pode passar por alterações, prevê perdão “humanitário” da pena a detentos brasileiros e estrangeiros com problemas de saúde ou que se tornaram deficientes após os crimes.
A nota deste ano dispõe que poderão ser beneficiados pelo indulto presos que tenham doença grave permanente.

Informações: Agência Brasil

OUTRAS NOTÍCIAS