Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Bolsonaro assina decreto que zera impostos federais para gás de cozinha e diesel

Bolsonaro assina decreto que zera impostos federais para gás de cozinha e diesel

Uma boa notícia circulou nas redes nesta manhã de terça-feira (2) e chamou a atenção dos internautas. O presidente da republica Jair Bolsonaro (Sem Partido) publicou hoje (2) um decreto que zera os impostos federais sob o gás de cozinha e o diesel pelo período de pelo menos dois meses. Assim, os impostos afetados serão Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS) e da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e isso deve ajudar de forma essencial a população em um momento de grande crise econômica.

A medida tomada para o diesel terá validade de 2 meses, valendo pelos meses de março e abril, enquanto para o gás deve ser uma ação permanente.

“As duas medidas buscam amenizar os efeitos da volatilidade de preços e oscilações da taxa de câmbio e das cotações do petróleo no mercado internacional”, afirmou a Secretaria-Geral da Presidência da República.

“[Um] decreto deve ser publicado amanhã cedo para zerar impostos federais de gás de cozinha e PIS/Cofins do diesel por dois meses. Eu vou ter que tirar de algum lugar, se eu for tirar o imposto de renda de policial, vamos supor, vou ter que tirar da Polícia Civil e das forças armadas. Tem que aumentar imposto de outro lugar, isso diz a Lei de Responsabilidade Fiscal, que duvido que alguém consiga alterar, a não ser numa reforma tributária que está para acontecer”, afirmou o presidente em conversa com apoiadores no palácio da Alvorada.

Nesse sentido, algumas outras taxas foram aumentadas para compensar a arrecadação de impostos. Entre elas estão a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) das instituições financeiras, alterando as regras de Imposto sobre os Produtos Industrializados (IPI) para a compra de veículos por pessoas com deficiência e encerrando o Regime Especial da Indústria Química (Reiq).

Informações: Acontece na Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS