Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Bilhetagem única é sugestão de melhoria para o transporte público de Feira

Bilhetagem única é sugestão de melhoria para o transporte público de Feira
“É preciso avançar para que o sistema de transporte público de Feira tenha uma bilhetagem única, a fim de que a pessoa que pega o ônibus também possa compartilhar do transporte com as vans. Essa bilhetagem única vai possibilitar que o transporte efetuado pelas vans efetivamente esteja somado ao transporte dos ônibus”. A declaração é do vereador Silvio Dias (PT), que sugeriu o assunto durante pronunciamento na tribuna da Câmara Municipal nesta terça (21).
Segundo o vereador, a proposta visa inserir o transporte nesse sistema não apenas com palavras, como vem sendo feito nos últimos 20 anos, mas de forma efetiva. “E mais: a STPAC – Serviço de Transporte Público Alternativo e Complementar está à disposição para conversar com a Prefeitura no sentido de participar de um contrato emergencial, e aí, sim, poder lutar para resolver o problema do transporte público na cidade, com horários adequados, ônibus limpos e com segurança”, disse.
Silvio Dias acredita que a cidade se encontra sofrendo com a iminência de os ônibus irem embora e, com isso, haja uma paralisação do sistema público de transporte novamente, como aconteceu no mês passado. “O transporte público que temos em nossa cidade é caótico, mas os lutadores e lutadoras do sistema STPAC são os que o tem mantido. E eles estão sofrendo a cada dia com a desorganização da Secretaria Municipal de Transportes no sentido de não fiscalizar, de não cumprir o papel para que o transporte público não venha mais sofrer com a concorrência que existe”, pontuou.
E continuou: “É comum encontrarmos hoje, em nossa cidade, vans plotadas com os mais diversos tipos de cores, e nós não sabemos de onde estão vindo essas vans, e onde está o poder público para fiscalizar o que vem acontecendo com o transporte. Já chegou o momento da Prefeitura cumprir o seu papel como concessionária e detentora do poder, e com a obrigação que tem com a população de proporcionar um transporte público de qualidade”.
Lamentou que o poder público não planeja nem fiscaliza e, consequentemente, não cumpre o seu papel, e o que se vê atualmente na cidade é uma completa bagunça. “Mas o sistema STPAC está aí à disposição para colaborar. A nossa população sofre pagando uma das tarifas mais altas do país, e ainda tem o BRT paralisado, que não serve pra nada, que foi feito sem saber de onde vinha e para onde vai. É um BRT fraude”, salientou.
Conforme Silvio Dias, enquanto existem cidades melhorando seu transporte público, Feira de Santana só está regredindo. “Vitória da Conquista avisou que vai reduzir a tarifa de ônibus, mas Feira só fala em aumentar; Salvador, com a ajuda do governo do Estado, melhorou e muito o sistema de mobilidade, mas Feira de Santana só piorou. Então, senhoras e senhores vereadores, chegou o momento de a gente cobrar uma posição efetiva da nossa Prefeitura”, disse.
SILVIO DIAS: “A CÂMARA TEM UM PAPEL IMPORTANTE INSTALANDO A CPI DO TRANSPORTE COLETIVO”
Para o vereador de oposição, é preciso cobrar de forma efetiva uma maior fiscalização e integração por parte da Administração Pública, e a Câmara tem um papel importante instalando a CPI do transporte coletivo, que consta através de um requerimento já protocolado na Casa que aguarda apenas a instalação dos trabalhos.
“Por isso, solicito do presidente Fernando Torres que instale os trabalhos da CPI do transporte público e nomeei os membros, para que a gente possa iniciar as investigações e abrir essa caixa preta que é o transporte público em nossa cidade: ineficiente, caro e que não cumpre o seu papel de transportar as pessoas”, frisou.
Informações: Secom

OUTRAS NOTÍCIAS