Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

‘BBB 22’: Longe dos treinos, Paulo André perde Bolsa Atleta dada pelo governo

‘BBB 22’: Longe dos treinos, Paulo André perde Bolsa Atleta dada pelo governo

O governo federal suspendeu a Bolsa Atleta concedida a Paulo André, que está no “BBB 22”, pelo fato do esportista estar longe dos treinos. O valor do benefício era de R$ 1.850 por mês. Uma das exigências do Programa Bolsa Atleta é justamente a continuidade nos treinos, algo que PA não tem como cumprir enquanto estiver confinado no reality show.

É possível que Paulo André fique mais um mês dentro do programa, caso seja finalista: o “BBB 22” acaba no dia 26 de abril. Segundo o GE, a bolsa concedida para o atleta foi fruto do seu resultado nos Jogos Pan Americanos de Lima, em 2019, onde ele conquistou a medalha de prata na prova dos 100m.

No ano passado, PA conquistou o campeonato brasileiro dos 100m e se classificou para as semifinais nas Olimpíadas de Tóquio. Com isso, ele se habilitou a uma nova categoria do Bolsa Atleta, podendo receber R$ 3.100. Quando o edital abriu, entretanto, o velocista já estava no “BBB 22”.

O Bolsa Atleta era um dos quatro benefícios que PA ganhava. Ele também recebe mais de R$ 2 mil do programa Bolsa Atleta Capixaba, R$ 1.650 por mês por integrar a seleção permanente da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), e R$ 4.700 do programa das Forças Armadas para atletas de alto rendimento, já que ele é terceiro-sargento da Marinha.

PA conta com pelo menos oito medalhas de ouro, incluindo uma pelo Campeonato Mundial do revezamento 4x100m, no Japão, em 2019. Ele foi ainda semifinalista nas Olimpíadas de Tóquio, e atualmente é considerado o terceiro homem mais veloz da história do Brasil.

OUTRAS NOTÍCIAS