Base Comunitária da Rua Nova completa um ano de implantação com redução em números de homicídio

15f36fe86f1fb10dc30f1ecb6e91f61e_621936e4232527d7e113efd630522e5b

15f36fe86f1fb10dc30f1ecb6e91f61e_621936e4232527d7e113efd630522e5b

A Base Comunitária de Segurança do bairro Rua Nova (BCS) completa nesta terça-feira (22) um ano de implantação. De acordo com o capitão Victor Espírito Santo, responsável pela unidade, nesses 12 meses houve uma redução significativa no índice de criminalidade e uma aproximação maior entre comunidade e Polícia Militar.

“Temos dois indicativos importantes: primeiro os números, no mesmo período no ano anterior ocorreram 11 homicídios no bairro Rua Nova, e neste ano ocorreram três. Este número ainda está longe do nosso objetivo que é zerar o índice. Parece utópico mas trabalhamos para que não aconteçam homicídios na Rua Nova. O outro fator que a gente avalia e que serve de norteador para as nossas atividades é a opinião da comunidade: aplicamos um formulário de pesquisa, durante nossas visitas comunitárias, e aferimos uma gama de serviços oferecidos aqui e, principalmente, aferimos a impressão que os moradores têm da nossa atuação”, informou.

De acordo com o capitão Victor, cerca de 250 visitas já foram feitas nesse primeiro ano de BCS e a meta é visitar todos os lares. “A intenção é obter um dado não parcial, mas um dado mais favorável envolvendo a maioria da população. As pessoas respondem que se sentem mais seguras e sentem-se mais tranquilas em deixar as crianças brincarem nas praças. Ainda está longe do ideal, mas temos muito o que comemorar por se tratar de um ano de implantação”, avaliou.

OUTRAS NOTÍCIAS