Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Barroso é contra adiamento das eleições municipais e estuda realizá-las em dois fins de semana para evitar aglomerações

Barroso é contra adiamento das eleições municipais e estuda realizá-las em dois fins de semana para evitar aglomerações

Com o objetivo de evitar aglomerações, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está avaliando a possibilidade de realizar as eleições municipais, programadas para outubro, em dois fins de semana. A informação foi revelada nesta segunda-feira (27) pelo presidente eleito da Casa, ministro Luís Roberto Barroso, durante uma live.

“Tem que ter uma negociação com o Congresso, mas é possível que a gente queira fazer a eleição em dois fins de semana, ao invés de um só. Portanto, quem sabe fazer sábado e domingo, e no outro sábado e domingo. São ideias. A gente tem que fazer brainstorming [debate] para pensar como fazer, mas nesse momento não ainda sabemos exatamente como a doença vai se comportar”, explicou Barroso.

O ministro é contra o adiamento das eleições para 2022. “Mas se tivermos de adiar eleição, que seja para novembro, no máximo 1º domingo de dezembro, para dar posse no dia 1º de janeiro. Nosso objetivo: evitar prorrogar mandato. Se não for possível, prorrogar o mínimo. Sou radicalmente contra adiar para 2022”, destacou.

OUTRAS NOTÍCIAS