Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana endossam nova onda de protestos contra Bolsonaro

Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana endossam nova onda de protestos contra Bolsonaro

No dia 2 de outubro, o governo Bolsonaro enfrentará mais uma data nacional de protestos por todo o país. Em Feira de Santana, será realizado um ato público às 9h, na praça vizinha à Estação de Transbordo Norte, bairro Cidade Nova. A diretoria da Associação dos Docentes da Universidade Estadual de Feira de Santana (Adufs) sempre tem participado da discussão, organização e realização das atividades feitas no município.

Integrantes do Movimento Fora Bolsonaro Feira de Santana ocuparão vias públicas da cidade no dia 2 de outubro para denunciar os desmandos do governo Bolsonaro, bem como a inércia do Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP/AL), que ignora os mais de cem pedidos de impeachment desse presidente.

O contexto atual é de recrudescimento de ataques do governo federal à vida, aos direitos civis, à soberania nacional, às liberdades democráticas, dentre outras investidas contra a nação e o povo brasileiro. Mais recentemente, o país também vem assistindo o presidente repetir líderes autoritários e usar o Direito para atentar contra aquilo que é assegurado por lei aos cidadãos com o objetivo de garantir-lhes as liberdades individuais.

Também ameaçam a população brasileira, a alta nos preços dos alimentos e de outros produtos essenciais à sobrevivência, a exemplo do gás de cozinha e energia elétrica; o desemprego; a precarização das relações de trabalho; a privatização das estatais; reformas trabalhista e previdenciária; mudanças no serviço público; perseguição e violência contra o povo indígena, negro, cigano, entre outros grupos.

Além disso, a política criminosa na condução da Covid-19, que a todo tempo nega a ciência, boicota a aquisição de vacinas, não possui medidas de controle da pandemia e desde abril deste ano está sob investigação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) por conta de um grande escândalo de corrupção envolvendo a negociação na compra dos imunizantes, aprofunda crises de variadas ordens, como a social e econômica, atentando contra a vida, principalmente, da população mais pobre.

Os protestos realizados no município em oposição ao governo Bolsonaro são organizados pelo Movimento Fora Bolsonaro Feira de Santana, formado por representantes dos movimentos sociais e religiosos, entidades e partidos políticos da cidade. A diretoria da Adufs integra o grupo. A orientação é que os manifestantes usem máscara e compareçam às ruas com álcool gel.

Informações: Ascom Adufs

OUTRAS NOTÍCIAS