Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Assista; Governo Colbert derrubou casa de idosos que moravam há 30 anos em localidade; Casal hoje vivem em barraco de lona mas Prefeitura diz que indenização foi paga

Assista; Governo Colbert derrubou casa de idosos que moravam há 30 anos em localidade; Casal hoje vivem em barraco de lona mas Prefeitura diz que indenização foi paga

Quando achamos que o Governo do prefeito Colbert Martins (MDB) já chegou o limite do absurdo, eis que a cada dia ele nos surpreende, sobre tudo na forma com que trata os mais pobres. Isolados, casal de moradores de mais de 30 anos que moravam na Avenida Rubens Francisco Dias (Estada do Papagaio), Bairro Papagaio em Feira de Santana, foram despejado, e tiveram a casa e bar de onde tirava seu sustento derrubados, hoje vivendo em um barraco de lona.

No governo do Prefeito Colbert, o progresso tem um amargo sabor para os mais fracos. Foi assim para o casal de idade avançada. O prefeito mandou duplicar a Estada do Papagaio, e para isso, passou o trator por cima da casa e do bar do senhor Pato, como é conhecido.

Sem opção e apoio, o casal vive hoje em um barraco de lona, abandonados em um terreno no distrito de Maria Quitéria (São José). É bom frisar que além da moradia, seu Pato também perdeu o seu meio de sobrevivência que era o tradicional bar do Pato, localizado na antiga Estrada do Coqueiros.

O caso é estarrecedor e o Governo age como se não tivesse responsabilidade social, ou ainda o dever de zelar pela vida dos munícipes. Sr. Pato, homem pacato e desprovido de recursos financeiros, ou conhecimentos para ir atrás de seus direitos, provou da maior perversidade que alguém possa sofrer, ele teve retirado da sua vida, sua casa e seu meio de sobrevivência, que era seu barzinho, e com isso também, a sua dignidade.  O pior desse funesto episódio, é que, quem praticou essa maldade, foi aquele que foi eleito para cuidar das pessoas, o Prefeito da sua cidade.

O bar de seu Pato, era tradicional pontinho de bate papo e parada para os moradores das comunidades do Alto do Papagaio, Papagaio, Santa Quitéria, Santa Rita, Mantinha, Candeal I e II, dentre outras. E dali o mesmo tirava com muito suor e trabalho o sustento pra sua família, porem hoje não tem mais como faze-lo.

Segundo a Prefeitura, o senhor Cizenando Santana da Silva (Pato) e sua esposa, teriam recebido uma ajuda no valor de R$4 mil reais, pela empresa construtura da obra de duplicação da avenida, e que o processo estaria em devido tramite legal de indenização, conforme uma declaração assinado pelo mesmo. Na declaração citada, consta que conforme decisão do Tribunal de Justiça da Bahia da Comarca de Feira de Santana, na 2ª Vara da Fazenda Pública, o deposito da indenização já teria sido realizado e, devido exclusivamente a assuntos entre o beneficiado (Sr. Pato) e o escritório de advocacia que o representa é que ainda não recebeu o valor.

Valor esse que aparentemente, como é visto pelas condições que se encontram Sr. Pato e sua esposa, não teria sido suficiente para adquirir outro imóvel e meio de sustento digno, alem do fato que o pagamento de indenização, não isenta a Governo Municipal de dar continuidade no suporte aos mesmos, pois estes, encontram-se em situação de vulnerabilidade e segundo os mesmos, não recebem nenhuma ajuda governamental.

Não podemos acreditar que é normal que governo haja assim, de forma perversa e fria contra os fracos e desprovidos. Feira não tem dono. Veja a baixo como vive o Sr. Pato e sua esposa, após ser despejado e terem sua casa e seu meio de sustento, derrubados pela máquina fria do governo de Colbert Martins.

Informações: Rota da Informação

OUTRAS NOTÍCIAS