Aprovada devolução de mandatos cassados na ditadura

83849dd509264adb415ea3913b4be84f

 

83849dd509264adb415ea3913b4be84f

A Assembleia Legislativa refez ontem uma página da história da política baiana ao aprovar em plenário a restituição de mandatos de deputados cassados durante a ditadura militar que vigorou no País. Passaram pelo crivo dos parlamentares dois projetos dos deputados Marcelino Galo (PT), que é presidente da Comissão Especial da Verdade, e Fabrício Falcão (PCdoB).

Na quarta-feira, dia 20, às 14h30, no auditório do Parlamento, será realizada uma audiência pública com o intuito de promover a devolução simbólica do mandato aos familiares do primeiro homenageado, Giocondo Dias, que vai ter o seu centenário lembrado.

Citado como um dos ex-deputados que se tornaram referência para a esquerda, o comunista foi cassado em 1946. O evento já conta com a presença confirmada do governador Jaques Wagner (PT). As propostas aprovadas declaram como nulas as resoluções da Mesa Diretora da Casa, responsáveis por extinguir o mandato de 13 deputados, na década de 60. Galo, autor da iniciativa junto ao comunista Fabrício, exaltou a conquista ao afirmar que se trata de um marco para a história do Estado, para os familiares e memória daqueles que sofreram perseguição.

OUTRAS NOTÍCIAS