Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Após terremoto, Indonésia busca sobreviventes e retira turistas da ilha de Lombok

Após terremoto, Indonésia busca sobreviventes e retira turistas da ilha de Lombok

mulher-0608

Nesta segunda-feira (6) as equipes de resgate procuram sobreviventes sob milhares de imóveis que foram danificados pelo terremoto que atingiu a ilha de Lombok, na Indonésia, no domingo (5). Centenas de turistas estão sendo retirados da região, onde 91 pessoas morreram e 209 ficaram feridos.

Casas, mesquitas e escolas que foram destruídas no terremoto de 6,9 de magnitude, que aconteceu no começo da noite de domingo (no horário local).

“Temos desafios: as estradas foram danificadas, três pontes também foram abaladas. O acesso é difícil a alguns locais e não temos funcionários suficientes”, afirmou o porta-voz da agência nacional de desastres, Sutopo Purwo Nugroho, de acordo com a France Presse.

No momento do tremor, cerca de 1,2 mil turistas estavam nas Ilhas Gili, três pequenas ilhas tropicais a poucos quilômetros da costa noroeste de Lombok, que são muito populares entre mochileiros e mergulhadores. O balanço mais recente indica que 358 turistas, indonésios e estrangeiros, já deixaram a região.

Um turista indonésio morreu nas Ilhas Gili e outro, na vizinha Bali, o grande destino de férias do país.

Pânico

O terremoto provocou cenas de pânico. As autoridades chegaram a emitir um alerta para tsunami após o tremor. O alerta foi suspenso.

Vários pontos de Lombok ficaram sem energia elétrica e pacientes precisaram ser atendidos do lado de fora dos hospitais.

Denink Ayu, recepcionista de um hotel em Gili Trawangan, a maior das três ilhas Gilis, afirmou ao canal CNN Indonesia que “todos entraram em pânico” após o terremoto.

“Agora estamos lutando pelos barcos. Todos estão em filas no porto, mas não há barcos suficientes”, completou, sem conter as lágrimas.

OUTRAS NOTÍCIAS