Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Após serem punidos pelo iFood, motoboys ‘enquadram’ cliente que aplicava golpe para prejudicá-los; veja vídeo

Após serem punidos pelo iFood, motoboys ‘enquadram’ cliente que aplicava golpe para prejudicá-los; veja vídeo

Nesta segunda-feira (19), motoboys que prestam serviço para o iFood, surpreenderam um cliente da plataforma, suspeito de aplicar golpes que geravam o bloqueio dos profissionais junto ao aplicativo de entregas. Eles foram até à residência do jovem, na Travessa Jorge Amado, no bairro do Imbuí, e o ‘enquadraram’ para que ele fizesse a confissão da fraude.

Nas imagens enviadas à reportagem, o rapaz, que não teve a identidade revelada, conta que era responsável pelos pedidos. Conforme os entregadores, ele utilizava diversas contas, com dados pessoais e cartões diferentes para pedir as refeições.

Em contato, alguns motoboys que foram prejudicados explicaram o esquema. Segundo eles, o cliente fazia um pedido pela plataforma, que era entregue, mas posteriormente alegava junto ao aplicativo não ter recebido, conseguindo dessa forma o estorno dos valores.

Com a prática de forma abusiva, motoboys que faziam as entregas acabavam recebendo advertências e muitos perderam completamente o acesso à plataforma. Um deles foi Pablo Gabriel, que há três anos tem nas entregas a única fonte de renda. “No meu caso foi permanente, sem direito a contestação”, disse sobre o bloqueio no iFood.

Em um print enviado à reportagem, é possível ver a mensagem de advertência do aplicativo que recebeu na última sexta-feira (16). “Conta desativa por violação dos nossos Termos de Uso. Encerramos nossa parceria em função do descumprimento dos Termos e Condições de Uso”.

Conhecido de diversos motoboys, o entregador contou que foi preciso fazer uma nova conta para continuar trabalhando. “A única forma é essa, fazer a conta no nome de um parente meu para poder continuar trabalhando. Sou uma pessoa conhecida por todos motoboys por ter anos fazendo entregas. Vivo disso”.

E o jovem ‘enquadrado’ pelos motoboys não é o único. Outro entregador, Aldair Araújo, contou que esse golpe está sendo aplicado por diversos clientes e que a exposição do caso pode servir de alerta até mesmo para a plafatorma.

“Isso está acontecendo direto, ele não é o primeiro. Tem  várias pessoas sendo prejudicadas. Conheço vários colegas que só têm essa renda para sobreviver e foram bloqueados. Aí tem que ficar rodando com conta emprestada, tem que pedir aos familiares para fazer uma conta pra poder fazer entrega”.

A reportagem procurou o iFood, através de e-mail enviado à assessoria de imprensa, mas não recebeu nenhum retorno até a publicação dessa matéria.

Informações: Bnews

OUTRAS NOTÍCIAS