Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Após reclamar de volume de som, dono de bar é morto a tiros em frente ao próprio estabelecimento

Após reclamar de volume de som, dono de bar é morto a tiros em frente ao próprio estabelecimento

Um comerciante de 37 anos foi morto a tiros em frente ao próprio bar, no bairro de Castelo Branco, em Salvador, após pedir para que um homem desligasse o som do carro, nas imediações do estabelecimento. O crime ocorreu na madrugada de hoje (4), e a filha do comerciante, uma adolescente de 14 anos, também foi baleada. Ela foi atingida por cinco tiros.

Leneilson Sales de Jesus, conhecido como Leno, já havia encerrado o expediente no bar e, segundo familiares, limpava o estabelecimento para fechar as portas. Testemunhas disseram que o suspeito chegou ao local e montou o som do tipo “paredão”.

Leno, então, pediu para que o homem baixasse o volume do som. Os dois discutiram e trocaram agressões físicas, que foram interrompidas pelos vizinhos que presenciaram a cena. Uma mulher da família do comerciante, que não quis se identificar, afirmou que o homem entrou no carro e antes de deixar o local, disse que voltaria.

“Aqui tem muita gente idosa então [som de carro] não é permitido. De tanto falar, os dois entraram em discussão. Teve uma briga rápida e o pessoal separou. Ele [o comerciante] continuou limpando a barraca. Ele [o suspeito] chegou com um carro e roupa diferente botando a arma para fora, falando ‘eu disse que iria voltar’, e deu diversos disparos”, comentou a mulher.

Ela disse que estava no andar de cima no imóvel e viu toda a ação criminosa. A filha de Leno estava próxima e foi atingida. Ainda de acordo com a mulher, o homem tentou fazer mais disparos, mas a arma teria falhado. “Eu estava em um lugar alto e vi tudo que estava acontecendo. As pessoas correndo e ele [Leno] no chão sangrando muito. E o rapaz dando um monte de tiro e a arma negando. O cara cansou, olhou para a prima da gente e perguntou ‘eu te baleei?’, entrou no carro e saiu”, disse.

Uma terceira pessoa também foi atingida pelos tiros. A vítima, também parente do proprietário do bar, foi baleada na perna. Segundo familiares, o estado de saúde dela não é grave e a mulher deve passar por cirurgia nesta segunda-feira.

A Polícia Militar disse que foi acionada e uma equipe da 47ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) esteve no local quando recebeu a informação. Os policiais encontraram Leneilson já sem vida e foram informados que as outras duas vítimas foram levadas para o Hospital Municipal, no bairro Boca da Mata. Até o momento, o suspeito do crime não foi localizado.

Informações: Olá Bahia

OUTRAS NOTÍCIAS