Após manusear arma do pai, que é policial, criança morre com tiro na cabeça

Nicollas-768x508-1

Na última terça-feira (21), no distrito de São João do Paraíso, no município de Mascote, a cerca de 100 quilômetros de Eunápolis. Nicollas Brito Santana, de nove anos, estava em casa, quando achou a pistola do pai, que é subtenente da Polícia Militar. Ao manejar a arma, calibre .40, aconteceu o disparo acidental que atingiu a cabeça do garoto.

De acordo com o Radar News, parceiro do Acorda Cidade, Nicollas teve acesso a pistola, que estava em cima do guarda-roupa, no quarto dos pais, enquanto a família jantava.

A mãe da criança é empresária e o pai trabalha como policial em São João do Paraíso há muito tempo.

Nicollas passou por três hospitais

Nos primeiros instantes ele socorrido pelo avô e levado para uma unidade de saúde na própria localidade. Como não havia ambulância no local, a criança precisou ser transferida em uma viatura da PM para o hospital mais próximo, na cidade de Camacã.

Devido à gravidade do quadro, o menino foi encaminhado, já pelo Samu, ao Hospital Manuel Novaes, em Itabuna. Por volta das 22h, duas horas e meia depois do fato, um médico atestou o óbito.

O corpo foi encaminhado para exame pericial no Instituto Médico Legal. O caso já está sendo investigado.

Acorda Cidade

OUTRAS NOTÍCIAS