Após jogar calçados no chão de loja em Feira de Santana, mulher esclarece ação

Apos-jogar-calcados-no-chao-de-loja-mulher-esclarece-acao-Foto-Reproducao (1)

Imagens feitas dentro de uma loja do Shopping Boulevard em Feira de Santana repercutiram ao longo desta sexta-feira (24) nas redes sociais. No vídeo, uma mulher derruba calçados e acessórios após, segundo ela, ter sido insultada por uma funcionária ao tentar trocar um calçado infantil.

Com a divulgação das imagens do momento de revolta, a mulher, de prenome Ana, utilizou as redes sociais para esclarecer o acontecimento. No relato, Ana contou que foi informada de que o produto que comprou poderia ser trocado em até trinta dias, e que ao retornar no mesmo dia para fazer a troca, foi informada novamente de que a empresa não poderia realizar o procedimento.

Ela também disse que após registrar uma ocorrência no Shopping sobre a prática da empresa, foi insultada por uma das funcionárias e jogou os calçados no chão. Confira um trecho do relato:

“Estão sendo veiculados alguns vídeos em que eu jogo alguns calçados no chão no Shopping de Feira de Santana. Tudo o que me envolve eu gosto das coisas esclarecidas. Eu fiz uma compra nessa loja e perguntei à vendedora se trocava, porque era um presente. Perguntei várias vezes e a vendedora me disse que trocaria em até 30 dias. O calçado ficou pequeno, eu fui trocar e eu fui informada que não trocaria. Foi chamado um segurança e eu registrei uma ocorrência. Quando retornei à loja para pegar a sandália, uma das vendedoras disse para eu ‘sair da loja dela’. E foi aí que eu realmente comecei a jogar os calçados no chão. Não estou para justificar, mas para explicar o que aconteceu. Muitas pessoas estão comentando que eu quebrei as coisas, eu só joguei sandálias de borracha no chão. Fizeram imagens minhas sem autorização e estão utilizando isso para manchar a minha imagem”, contou.

Após o acontecimento, o site Acorda Cidade procurou o Boulevard Shopping, que enviou o seguinte retorno:

“O Boulevard Shopping informa que está acompanhando o fato internamente junto ao lojista e à cliente. O empreendimento repudia a violência como forma de resolução de conflitos e continua disponível para todos os envolvidos”.

Informações extraídas do site Acorda Cidade

OUTRAS NOTÍCIAS