Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Após abusos no fim de semana eventos em Feira não terão mais 500 pessoas liberadas afirma Colbert

Após abusos no fim de semana eventos em Feira não terão mais 500 pessoas liberadas afirma Colbert

O prefeito Colbert Filho confirmou ao Protagonista na manhã desta terça (17) que vai reduzir o número de pessoas permitidas por eventos em Feira de Santana – atualmente em 500 pessoas.

Colbert afirma que aguarda, apenas, a publicação de Decreto estadual com a determinação sobre o assunto no estado. “A tendência é que sigamos o que o governo do estado definir em relação ao número de pessoas”, afirma.

O prefeito citou, inclusive, o número de pessoas permitidas em Salvador como referência. “Em Salvador está limitado a 300 pessoas. Em Feira vamos aguardar o Decreto estadual, mas com certeza vamos reduzir esse número atual aqui”, pontua.

Além da ameaça da variante Delta, de grande poder de infecção, o prefeito se baseia na desobediência das pessoas em relação á agçomerações. “O final de semana foi um termômetro. Muita gente ignorou os protocolos contra a covid. Não podemos e não vamos permitir isso”, avisa.

“Do mesmo jeito que autorizei, posso desautorizar”. A declaração é do prefeito Colbert Filho, sobre abusos cometidos no fim de semana, após a liberação de festas com até 500 pessoas e 4 músicos por eventos em Feira de Santana.

Em entrevista à TV Subaé, ao ser questionado sobre por que de liberar festas para até 500 pessoas enquanto a educação segue com restrições e protocolos, Colbert disse o seguinte: “Temos exigências do cartão de vacinação e estamos atentos às festas clandestinas. Da mesma forma que autorizei, posso desautorizar, se houver necessidade, desde que não cumpram os compromissos. Podemos, sim, reavaliar”.

Durante a entrevista ao vivo, a reportagem informou ao prefeito ter recebido inúmeras denúncias de aglomeração sem respeito aos protocolos de combate à covid-19. “O compromisso de quem for a uma festa é apresentar cartão de vacina com, pelo menos uma dose. Tem que ter a relação e o controle por parte dos promotores dos eventos. Se não cumprirem, vamos rever a autorização”, afirma Colbert.

Informações: O Protagonista

OUTRAS NOTÍCIAS