Ao menos sete rifeiros já foram mortos na Bahia em 2022; Relembre os casos

IMAGEM_NOTICIA_5-4

As mortes do casal Hynara Santa Rosa da Silva e Rodrigo da Silva Santos no domingo (11), foi mais um episódio de uma série de crimes contra rifeiros na Bahia em 2022. Ao menos mais cinco assassinatos aconteceram no estado este ano, envolvendo vendedores de rifas.

Em julho três casos chamaram atenção dos baianos. Após mais de um mês desaparecida,  o corpo de Jaiane dos Santos Costa foi encontrado em avançado estado de decomposição, na Avenida Dois de Julho, em Águas Claras, em Salvador. Parentes de Jaiane suspeitavam que os responsáveis pelo crime tenham sido familiares do ex-marido de Jaiane, a mando da ex-sogra, com o objetivo de ficarem com a guarda da filha da jovem, uma criança de 4 anos.

Desaparecida desde o dia 20 de junho, quando foi vista pela última vez na Rua Oito de Dezembro, no bairro de Pirajá, o corpo da rifeira Isabela do Espírito Santo, foi identificado pela família no dia 14 de julho no Instituto Médico Legal (IML). A autoria e motivação do crime não fora informadas.

Ainda em julho, os gêmeos rifeiros Rubens Nascimento Santos e Ruan Nascimento Santos, foram assassinados no bairro de Santa Luzia do Lobato. Eles tinham ganhado pelo menos duas vezes também na rifa.

De acordo apuração do portal Aratu On, a dupla não tinha qualquer passagem pelos sistemas da Secretaria da Segurança Pública.  No momento do crime, Rubens e Ruan realizavam uma festa do tipo “paredão”, diversão que gostavam muito. Os gêmeos foram levados por criminosos até a Rua Voluntários da Pátria, onde aconteceram as execuções.

Inicialmente, os criminosos tinham intenção de sequestrar apenas Rubens, mas Ruan se manifestou em defesa do irmão, tentando impedir a ação e acabou sendo espancado, sofrendo traumatismo craniano, antes de as execuções serem consumadas pelos bandidos.

Em setembro, no conjunto Feira VII, em Feira de Santana, um homem identificado como Alex Silva de Almeida, de 31 anos, foi morto a tiros. De acordo com as informações prestadas pela Polícia Civil, o crime foi cometido por dois homens a bordo de uma motocicleta Pop 100, de cor branca.

BahiaNotícias

OUTRAS NOTÍCIAS