Ao menos 20 pessoas estavam na academia onde o dono foi assassinado

dono-academia-morto-lauro_widelg

Ao menos 20 pessoas, entre funcionários e alunos, estavam na academia de Sandro Vinagre Alves Pereira, 40 anos, na noite de segunda-feira (18), em Lauro de Freitas, Região Metropolitana de Salvador (RMS), quando dois homens encapuzados chegaram no local para assassinar o empresário e também personal trainer. A informação é de um conhecido da vítima que conversou com o BNews na manhã desta terça-feira (19).

Os suspeitos levaram os alunos e funcionários para os fundos da academia e, em seguida, atiraram três vezes contra Sandro, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Colegas e amigos dizem não entender o motivo do crime, já que o personal trainer era conhecido por todos como um homem alegre e gentil.
O crime, com sinais de execução, aconteceu por volta das 18h, na Rua Joaquim de Carvalho Campos, em Ipitanga, e é investigado pela 23ª Delegacia (Lauro de Freitas).
As câmeras de segurança que poderiam ter registrado a chegada e a fuga dos criminosos, e que estavam instaladas em imóveis próximos à academia, não estavam funcionando — uma delas foi furtada recentemente, conforme informou um amigo da vítima à Record TV Itapoan.

A equipe da academia de Sandro publicou em uma rede social uma nota de pesar em que agradece as mensagens de conforto enviadas por amigos e alunos do empresário. “Sabemos que ele era uma pessoa muito querida por todos pelo profissionalismo, amizade e alegria. Para sempre o teremos em nossa memória e em nosso coração com muita gratidão e saudade”, diz trecho do comunicado.

Informações extraídas do BNEws
Foto: Rede social

OUTRAS NOTÍCIAS