Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Anitta não vai além de política de balançar a bunda, diz ex-chefe da Rouanet

Anitta não vai além de política de balançar a bunda, diz ex-chefe da Rouanet

O ex-chefe da Lei Rouanet, André Porciuncula, conhecido por seus ataques a artistas do campo progressista e por ter esvaziado a lei de incentivo, segue sua ofensiva mesmo tendo deixado o governo para se candidatar a deputado federal pela Bahia.

Seus mais recentes alvos são a cantora Anitta e o astro Leonardo DiCaprio, opositores de Bolsonaro que fizeram campanha nas últimas semanas para que jovens tirem título de eleitor.

Em uma resposta a um post do ator de Titanic no qual ele fala que o compromisso de Anitta com a democracia é inspirador, Porciuncula disse que “uma nunca ultrapassou a política de balançar a bunda e o outro nunca foi além das causas vazias”. DiCaprio é também um ambientalista.

Porcincula também disse, em resposta à Anitta, que nos próximos anos quer uma analista política –em tom irônico–, que não tatue o próprio ânus. A cantora, que tem uma tatuagem íntima, havia falado que nos próximos anos quer um governo que se preocupe com a natureza do país.

Anitta, que recentemente chegou ao topo do Spotify global com a música “Envolver”, vem usando de sua influência em uma série de discursos contra o presidente.

Assim como ela, grandes nomes de Hollywood, a exemplo de DiCpario e de Mark Ruffalo, pediram diversas vezes que jovens com 16 e 17 anos tirassem o título de eleitor para votar em outubro –o voto para este público não é obrigatório.

OUTRAS NOTÍCIAS