Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on email
Share on linkedin

Ânimos à flor da pele na Câmara Municipal, Vereadores Eremita e Lulinha batem boca na casa legislativa

Ânimos à flor da pele na Câmara Municipal, Vereadores Eremita e Lulinha batem boca na casa legislativa

A vereadora Eremita Mota (PSDB) e o vereador Lulinha (DEM) protagonizaram um interessante “duelo” na sessão desta terça (25), na sessão da Câmara Municipal. Foi sugerido, até, um banho de descarrego ao democrata e acusou ter sido insultada.

Tudo começou quando Lulinha voltou a questionar a visita do deputado Zé Neto (PT) à Câmara e o contato com membros da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura a distribuição de cestas básicas em Feira de Santana, no período eleitoral, através da Sedeso (leia mais).

Lulinha entende que, na condição de interessado no resultado da CPI – o petista move ação na Justiça Eleitoral sobre o assunto -, Zé Neto não poderia ter este tipo de contato dentro da Casa. “Eu não acendo vela para Deus e para o diabo. A vereadora muda de opinião quando é conveniente”, afirma Lulinha.

Eremita retrucou. “O vereador Lulinha deveria cuidar da vida dele. Fica circulando no plenário ouvindo conversas que não são de sua conta para levar para o prefeito. Deveria tomar um banho de descarrego. Vereador Lulinha, pare de me insultar. Isso é um desrespeito a mim e aos demais vereadores”, disparou Eremita, sem citar quais os insultos.

O presidente da Casa, Fernando Torres, também comentou sobre a visita do deputado Zé Neto à Câmara. “Fui deputado federal por 8 anos. Visitar a Câmara de Vereadores é normal. Eu mesmo, na época, destinava uma parte de minha agenda para este tipo de atividade. Anormal é um deputado não visitar a Câmara. Vereador Lulinha, convide seu deputado federal José Nunes para conhecer a Casa e conversar com os vereadores e a imprensa. Por que não pode Zé Neto visitar a Câmara”, questiona Fernando.

Informações: O Protagonista

OUTRAS NOTÍCIAS