Anahy D’Amico, psicóloga do ‘Casos de Família’, desabafa sobre fim do programa: “Me sinto de luto”

casos-de-familia-anahy-2

A SBT resolveu tirar o “Casos de Família” do ar após 18 anos na grade da emissora. A notícia pegou muita gente de surpresa, incluindo a psicóloga Anahy D’Amico, que trabalhava no programa desde o começo. Em recente declaração, a profissional declarou estar muito triste com a situação e afirmou que ainda não sabe qual será o seu destino no canal de Silvio Santos.

O “Casos de Família” estreou em 2004 no SBT, baseado em programa venezuelano de mesmo formato. Em resumo, o programa debatia conflitos familiares e no final os participantes recebiam conselhos de uma psicóloga. Aqui no Brasil, Anahy D’Amico foi quem ficou responsável pelas conciliações das famílias.

Apesar da saída de Regina Volpato em 2009, Anahy seguiu no programa com Christina Rocha até o presente momento. Então, após 18 anos, é de se imaginar que a psicóloga esteja sentindo bastante o fim da produção. “O que eu posso te dizer é que amo o Casos de Família, o trabalho que fazia lá, que aprendi demais com o programa“, disse em entrevista ao colunista Felipe Reis, do portal Em Off.

“Me sinto de luto“, completou Anahy D’Amico, que também confirmou ter sido pega de surpresa com a notícia. Além disso, ela não sabe qual será o seu futuro no canal e aguarda uma conversa com a direção da emissora. O futuro de Christina Rocha no SBT também é incerto.

“A Assessoria de Comunicação informa que o SBT irá suspender as gravações do programa ‘Casos de Família’ a partir desta semana. A emissora informa que o programa poderá voltar em 2023, com nova temporada e novas histórias. No horário da atração serão exibidas novelas. ‘Casos de Família’ ficará no ar até 7 de setembro“, diz o comunicado enviado à imprensa nessa terça-feira (23).

Fonte: Popline

 

OUTRAS NOTÍCIAS