Ana Paula Padrão revela sofrer preconceito e surpreende muita gente

anapaulapadrao_widelg

A jornalista Ana Paula Padrão, que tem 56 anos, disse nas redes sociais que sofre preconceito por causa da idade. Ao relatar a situação, ela afirmou que percebe as pessoas se impressionarem quando descobrem o seu tempo de vida, e que um elogio vem carregado de preconceito.

Ainda na conversa, ela colocou a cantora Ivete Sangalo como por exemplo, e criticou um comercial exibido na TV, que afirma que a artista não parece que fará 50 anos.

“A Ivete é maravilhosa em muitos sentidos. É uma artista potente que representa o Brasil, uma cidadã que tem uma voz poderosa. Quando você diz, ‘nossa, não aparece que ela está chegando aos 50, está partindo do princípio, que ela não deveria chegar naquela idade com aquela aparência, com aquela produção e energia”, iniciou a comunicadora.

Ao continuar, ela explicou o motivo de achar ruim comentários que reforçam o preconceito com mulheres que tem mais de 50 anos.

 

“Você está dizendo que uma mulher que chega aos 50 tem que ter outro tipo de aparência, uma voz menor, tem que se recolher. E esse é o ruim da frase ‘nossa, não parece que você tem essa idade. Eu tenho 56 anos de idade, como eu deveria me parecer? Eu ouço muito frequentemente a frase ‘nossa, você não parece ter 56 anos’. E eu penso: ‘como eu deveria me parecer para ter 56 anos? Que tipo de atividade eu deveria exercer para me encaixar na expectativa da pessoa que me fala isso?”, argumentou.

Ana Paula Padrão disse que apenas deseja que as pessoas entendam que há alguns comentários que reforçam preconceito contra mulheres mais velhas: “E não é que eu não goste de elogio, não. Elogio é uma coisa, preconceito é outra. Quando você diz: ‘nossa, você não parece ter essa idade’, isso embute um preconceito. É achar que quem passa dos 50 não pode mais parecer, belo, potente, sedutor, uma voz própria, não pode mais ser importante. Quando isso mudar na cabeça das pessoas, a maneira de elogiar também vai ser diferente”.

Vale destacar que, no último ano, Ana usou as redes para refletir sobre maternidade. Sem filhos, ela garantiu aos internautas não se sentir vazia por causa disso. “Hoje é dia das crianças e não há crianças em casa. Eu não tive filhos. E, acredite em mim, a vida sem filhos não é uma vida vazia”, pontuou.

 

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS