Adolescente viola túmulo do serial killer Lázaro por acreditar que ele estava vivo

A polícia divulgou neste neste sábado (27), que uma adolescente de 15 anos é suspeita de ter violado o túmulo de Lázaro Barbosa, em Cocalzinho de Goiás, em 15 de março.

Em entrevista ao portal G1, o delegado Rafhael Neris, disse que adolescente falou aos policiais que estava tendo vários sonhos com Lázaro. O delegado disse ainda que sugeriu o não indiciamento da jovem porque ela estaria “em surto”.

Foto: Reprodução/G1

A menina informou que vinha tendo vários sonhos com Lázaro, que aparecia e pedia para que ela o retirasse do túmulo pois estava vivo e precisava da ajuda dela”, contou Rafhael.

Ela tentou convencer o namorado de 21 anos a ajudá-la, mas ele apenas a levou até o local e tentou alertá-la de que era errado, segundo o delegado

Lázaro, de 32 anos, era procurado por uma série de crimes na Bahia, no Distrito Federal e em Goiás. Ele é suspeito de matar quatro pessoas de uma mesma família e um caseiro de uma fazenda.

O homem foi encontrado em 28 de junho de e morreu após uma troca de tiros com a polícia. O corpo dele está enterrado desde 1ª de julho de 2021 no cemitério de Cocalzinho de Goiás.

Helicópteros, drones, cães farejadores, rádios comunicadores e até um caminhão com videomonitoramento auxiliaram na longa operação de captura do homem. Ao todo, 270 agente de segurança atuaram na força-tarefa.

Informações G1

OUTRAS NOTÍCIAS