Adolescente invade escola municipal e mata aluna cadeirante

Um adolescente de 14 anos com trajes pretos e encapuzado invadiu nesta segunda-feira (26) o Colégio Municipal Eurides Sant’Anna, em Barreiras, no oeste da Bahia. Ele estava armado com um facão e um revólver. Segundo informações de testemunhas, o suspeito esfaqueou e atirou contra uma aluna cadeirante do 9º ano identificada como Geane da Silva de Brito, de 19 anos. O ataque aconteceu por volta das 7h30, quando os alunos se preparavam para as aulas. 

Policiais militares estavam em frente à unidade ensino por volta das 8h. Pais buscavam informações sobre o estado de saúde dos seus filhos. Após o ataque, o adolescente foi baleado por uma pessoa ainda não identificada pela Polícia Militar. Ele foi socorrido por uma equipe de paramédicos do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado até uma unidade de saúde, onde permanecia custodiado até o final da manhã. A suspeita é que o atirador, que era matriculado no colégio, teria cometido o crime por sofrer bullying. 

Relatos

“Quando eu cheguei deu para ver o suspeito encapuzado, consegui, pelo instito, correr e vi que ele efetuou vários disparos. Colocamos os alunos em casas vizinhas e estamos tentanto acalmá-los […] Estou estarrecida com essa situação. Por sorte, a tragédia não foi maior”, disse a coordenadora pedagógica Mônica Patrícia, em entrevista à TV Bahia.

“Um elemento não identificado, de preto e ôculos escuros, chegou armado e foi alvejado. Ao que parece, não se pode afirmar, o alvo da ação era a cadeirante. Ele estava tão convicto das suas intenções que enfrentou a polícia”, completou um professor, também em entrevista à emissora.

A irmã de Jeane estava em frente à escola municipal. Ela aguardava informações sobre o estado de saúde da irmã, sem saber que a jovem já estava morta. “Disseram que minha irmã foi alvejada, mas não me deixaram entrar. Quando eu estava deixando a minha filha em uma escola aqui perto, escutei os tiros e vim para cá. Procurei por ela, mas não encontrei. Infelizmente, acho que ela veio a óbito”, lamentou a mulher.

 

Fonte: bnews.com.br

OUTRAS NOTÍCIAS