Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on telegram
Share on google
Share on email
Share on linkedin

Adolescente é suspeito de matar e esquartejar pai; namorada da vítima responde por ocultação de cadáver

Adolescente é suspeito de matar e esquartejar pai; namorada da vítima responde por ocultação de cadáver

Um adolescente de 16 anos é acusado de matar e esquartejar o pai na última quinta-feira (23). De acordo com o G1, a namorada da vítima, Sara Nascimento Parente de Morais, de 21 anos, suspeita de ter ajudado a ocultar o corpo foi presa, em um apartamento no Bairro Bom Jardim, em Fortaleza.

O delegado Rodrigo Jataí, titular da 2ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) informou que o adolescente alegou que discutiu com o pai, pegou uma arma que pertencia a vítima e atirou contra a cabeça do próprio pai.

Ainda conforme o relato do filho, após o crime o suspeito esquartejou os membros inferiores e superiores de Rafael Barbosa, com um martelo e uma faca. Durante o crime, segundo Jataí, o filho contou para os policiais que a namorada do pai estava no imóvel, dentro de um quarto e foi rendida pelo adolescente.

“Quando ela ouviu o disparo saiu do quarto, momento que o adolescente apontou a arma de fogo para ela e determinou que ela voltasse para o quarto, a amarrou e a manteve presa durante um dia inteiro”.

Segundo a publicação, o adolescente ressaltou que pegou os braços e as pernas da vítima, que ele havia guardado em um congelador no apartamento do pai, e com o carro do homem foi até o Bairro Siqueira e abandonou os membros em uma caixa de papelão.

Em seguida, ele voltou para o apartamento, soltou a namorada do pai e os dois decidiram ocultar o corpo da vítima, que estava há três dias no apartamento. Sara incialmente iria chamar a polícia, mas por receio de não convencer, sugeriu ao adolescente de desovar o corpo no Avel Viário, para não chamar a atenção dos vizinhos.

O tronco e a cabeça de Rafael Ferreira foram localizados às margens do 4º Anel Viário, no Parque Jari, em Maracanaú, na Região Metropolitana de Fortaleza, no último domingo (26).

A prisão e apreensão  

Depois de ter sido localizado o corpo, a polícia conseguiu identificar o carro usado para desovar o corpo através de câmeras de segurança, que estava estacionado em um condomínio no Bairro Bom Jardim, onde a vítima morava. Com isso, os policiais chegaram até o apartamento do homem, onde foram recepcionados pelo adolescente que é filho da vítima.

“O adolescente bastante nervoso, vendo que os policiais encontraram a arma, confessou que havia assassinado o pai no dia 23, no interior do apartamento”, relata o delegado.

Após ser apreendido, o adolescente, que já tinha registro de ato infracional por posse irregular de arma de fogo, indicou o local em que jogou os membros do pai. Já Sara Nascimento, namorada da vítima, foi capturada pela polícia quando trabalhava em uma loja de roupas em um shopping no Bairro Jóquei Clube.

Apesar do adolescente relatar que a namorada do pai não participou diretamente da morte da vítima, a polícia afirma que partiu dela a decisão de ocultar o corpo para não chamar a atenção dos vizinhos.

A polícia registrou contra o adolescente atos infracionais análogos a homicídio, porte ilegal de arma de fogo e ocultação de cadáver. Sara vai responder por ocultação de cadáver e corrupção de menor.

Informações: BNews

OUTRAS NOTÍCIAS