Acusados de tentar matar fisioterapeuta com 68 facadas são condenados a mais de 10 anos de prisão

127607,envolvidos-em-tentativa-de-feminicidio-contra-fisioterapeuta-sao-condenados-a-mais-de-10-anos-de-prisao-3

Depois de mais de 10 horas de júri, o homem acusado de tentar matar a fisioterapeuta Isabela Oliveira Conde, de 36 anos, e o ex-namorado dela, mandante do crime, foram condenados, nesta segunda-feira (22), a 10 anos, 8 meses e 7 dias de reclusão, em regime semiaberto, por tentativa de feminicídio. Os detalhes da condenação foram divulgados pela defesa da vítima. O júri ocorreu no Fórum Ruy Barbosa, no bairro de Nazaré, em Salvador.

O crime ocorreu em 2019 e, na época, Fábio Vieira era namorado de Isabela Oliveira. Já Alex Pereira dos Santos, foi um dos homens acusados de tentar matar a fisioterapeuta que foi atingida por 68 golpes de faca.

Na condenação, foram consideradas todas as qualificadoras: feminicídio, motivo torpe, meio cruel e que impossibilitou a defesa da vítima. O advogado criminalista Levy Moscovits, que representa a vítima, explicou que os acusados vão cumprir pena no regime semiaberto, porque cumpriram mais de três anos da pena.

Durante o julgamento, a defesa dos acusados tentou convencer o júri a não aceitar o feminicídio. A argumentação era de que os réus tentaram apenas lesionar a vítima, sem ter a intenção de matar. No entanto, o júri não aceitou essa tese e os homens foram condenados.

Durante o júri, Isabela pediu para ser ouvida sem a presença dos réus e agradeceu a Deus por estar viva. Ela também se mostrou grata aos advogados, familiares e amigos que a apoiaram durante todo o processo.

Fonte: Metro1

OUTRAS NOTÍCIAS